domingo, 24 de maio de 2015

Uniformização da Língua?


A toalha, o risco e a uniformização da língua

A minha mãe telefonou-me e pediu-me que fosse urgentemente lá a casa. Perguntei se havia algum problema, que não, que estava tudo bem, mas que fosse, que era importante.
E lá fui. Apresentou-me uma toalha que bordou e pediu-me para ver se havia algum risco na toalha, uma mancha... Olhei-a espantada: um risco? 
- Sim um risco, uma sujidade, uma nódoa... Sei lá! 
Virei e revirei a toalha, inspeccionei-a ao milímetro. Nada de risco nem de nódoa nem de mancha... Nada! Apenas um bordado perfeitíssimo.
- Não encontro risco nenhum.
- Nem eu e, olha, já lavei a toalha duas vezes.
Pus um ar inquiridor e admirado, com a sobrancelha a apontar para o céu.
- A vizinha diz que a toalha tem um risco e até já ma pediu para o tirar.
- A vizinha diz que a toalha tem um risco!?
- Ela viu a toalha no estendal, à janela...
A minha sobrancelha subiu mais ainda, e na minha testa desenharam-se uma quantidade de linhas inquisidoras...
- A vizinha conseguiu ver um risco na toalha que estava à janela a enxugar? Que olhos abençoados ela tem!
- Pois, mas eu não encontro risco nenhum e já estou a dar em doida.
- Olha lá, a vizinha, de quem falas, é aquela que é brasileira?
- É, é mesmo essa! Que chata, deve achar que eu não sei lavar a roupa! Vê lá tu que me pediu a toalha para tirar o risco!
Desmanchei-me a rir.
- Tu ris?
- Ó mãe, ela só quer passar o desenho da toalha, porque quer, com certeza, fazer uma toalha igual à tua. Ela não quis dizer que tu não sabes lavar a roupa nem que a toalha tem um risco...
- Não?...
- Não! Podes ficar descansada.

Pinceladas de cor na Biblioteca





Hum, o que é que a Andreia me vai fazer?


Eu amanho-me sozinha, é melhor. Se sair asneira, não culpo ninguém.


Pois eu prefiro não me meter em aventuras!
Se ficar feia, já sei a quem tornar culpas!


Limpar o rosto não é o mesmo que esfregar o chão!


Ui, isto sabe mesmo bem!

Andreia, não te aproveites para me agredir à estalada!


Bem, até que não fiquei nada mal!


Andreia, eu não acredito no que estou a ver!


Vou ficar tão gira! Depois de mil tentativas, tive de pedir ajuda à professora!
O que vale é que a professora tem cá uma pachorra para nos aturar!


Pareço uma boneca!


Estou tão gira!


Pareço mais nova!







quarta-feira, 15 de abril de 2015

Tapada de Mafra





























segunda-feira, 23 de fevereiro de 2015

segunda-feira, 9 de fevereiro de 2015