terça-feira, 18 de março de 2008

Dia do Pai


"O dia do pai surgiu há mais de 4 mil anos na antiga Babilónia, quando um jovem chamado Elmesu moldou e esculpiu em argila o primeiro cartão em que desejava saúde, sorte e longa vida ao seu pai. "



O Dia do Pai celebra-se a 19 de Março.
Este é o dia de S. José, o pai de Jesus. Assim, faz-se uma homenagem especial a todos os pais do mundo.
S. José, marido de Maria, era carpinteiro e vivia na cidade de Nazaré, na Galileia. Ao que parece, era um bom homem e aceitou ser o pai de Jesus.
O culto a São José começou no século IX.
Não se sabe ao certo em que data José nasceu ou morreu, mas o papa Gregório XV, em 1621, referiu a data de 19 de Março como a da sua morte.
E assim ficou a ser o seu dia!
Tornou-se também o santo padroeiro (protector) dos carpinteiros, pela profissão que tinha.
O nome José vem do hebreu (Youssef) e significa "que Deus acrescente".



Ser Pai

Ser pai é ser muito maior do que esta pequena palavra nos transmite.
É algo superior, divino...
Pai é aquele que luta, trabalha e se esforça pensando sempre
no bem dos seus filhos.

Existem vários tipos de pai: o super-protector, o ciumento,
o brincalhão, enfim... uma infinidade...
Mas no fundo, todos são iguais...
Todos querem guardar suas "crias"
até que elas resolvam ganhar asas e largar o "ninho"...

São eles que nos ajudam na nossa primeira queda
de bicicleta, no nosso primeiro jogo de futebol pela
equipa da escola, sempre torcendo por nós...
São os nossos primeiros fãs...

Nos olham com má cara, quando chegamos
tarde a casa...
Mas sempre nos libertam para chegarmos um pouco
mais tarde da próxima vez...

Ser pai é ser cúmplice dos filhos nas melhores e nas piores fases das suas vidas…

E eu te agradeço do fundo do meu coração, Pai…
Por me teres ajudado a chegar até aqui...
Tu que reúnes no teu coração todos os tipos de pai...
Valeu a pena todos aqueles puxões de orelha... Todos os sermões...
Apostaste em mim, devo-te aquilo que sou…
Eu te amo, meu Pai...

(Autor desconhecido – adaptação de Mena Ruivo)



Oração a São José - (19 de Março)

Ó Glorioso São José, a quem foi dado o poder de tornar possíveis as coisas humanamente impossíveis, vinde em nosso auxílio nas dificuldades em que nos achamos. Tomai sob vossa protecção a causa importante que vos confiamos, para que tenha uma solução favorável.
Ó pai muito amado, em vós depositamos toda nossa confiança. Que ninguém possa jamais dizer que vos invocamos em vão. Já que tudo podeis junto de Jesus e Maria mostrai-nos que vossa bondade é igual ao vosso poder.
São José, a quem Deus confiou o cuidado da mais Santa Família que jamais houve, sede, nós vo-lo pedimos, ó Pai e protector da nossa, e impetrai-nos a graça de vivermos e morrermos no amor de Jesus e Maria!
São José, rogai por nós!



Um presente para o meu pai: um terço com contas de vidro redondas e ovais, arame de prata, crucifixo e medalha em prata. A medalha tem a imagem de Santo António com o menino Jesus, porque o meu pai se chama António e tem uma grande devoção por este santo. Nunca tinha feito um terço, sendo o primeiro até nem ficou nada mal. Eu acho que ficou bem bonito!





Pequena composição feita pelo meu filho quando frequentava o 1.º ciclo para oferecer ao pai. Achei o texto bonito e decidi partilhá-lo convosco.


Pai

Ser pai é uma coisa muito importante.
É uma alegria, mas também é uma grande responsabilidade, porque quando se é pai já não se pode brincar... Ser pai é uma coisa muito séria.
É o pai que (junto com a mãe) deve acompanhar, proteger, cuidar e ensinar muitas coisas aos seus filhos. O meu pai ensina-me muitas coisas. Ensina-me a pescar, mas ele nunca apanha peixe nenhum, eu não sei muito bem pescar, ainda estou a aprender e já pesquei muitos peixinhos. Não percebo!
É o meu pai que me arranja os brinquedos quando se partem ou quando eu os abro para ver como é que são lá por dentro, para ver como funcionam. Ele não se zanga, porque é um arranjador de brinquedos partidos.
Um pai deve ser justo, bom, estar presente sempre e ser carinhoso. Também deve ser firme e educar bem para um dia eu também saber educar os meus filhos, porque os filhos aprendem tudo com os pais e com as mães. Eu gosto muito do meu pai e da minha mãe também. Eu escolhi muito bem os meus pais, agora precisamos, os três de escolher um irmão ou uma irmã.

Pai, não te esqueças: eu gosto muito de ti!




Que tal um conto já sobejamente conhecido, mas que deve ser sempre lembrado? Serve para reflectirmos, porque a sociedade, cada vez mais, abandona as pessoas idosas e doentes...


«Filho és, pai serás...»


Há muito tempo, num país distante, um homem, vendo que seu pai já era velho e doente, não podendo, por isso, trabalhar, resolveu livrar-se dele.

Assim, num certo dia de Inverno, pegou numa manta e numa broa e convidou o pai a acompanhá-lo até ao cimo de um monte.
Chegado lá, o filho disse ao pai que não o podia alimentar e que, por isso, ali o deixava.
O pai de lágrimas nos olhos, pela tristeza de se ver assim tratado pelo filho, ainda teve forças para lhe perguntar:

- Filho, não trazes, por acaso, uma faca?
- Para que a quer, meu pai?
- Olha, filho, lembrei-me de cortar esta manta e esta broa ao meio para que leves uma parte para casa.
- Para quê, pai? - perguntou o filho, intrigado com a atitude do velho.
- É para o teu filho te dar quando fores velho e doente como eu e já não puderes trabalhar...
O filho olhou o pai e, compreendendo a lição que este lhe dera, chorou de arrependimento e trouxe-o de novo para casa, onde o tratou com carinho até à hora da sua morte.





Feliz Dia do Pai!

10 comentários:

Anónimo disse...

Olá, Mena!
O terço ficou muito bonito, o teu pai vai adorar rezar com ele. Parabéns!
O post está muito bonito. Gostei muito do texto do teu filho. Concordo com ele, quando diz que escolheu bem os pais.
Bem-hajas!
Beijocas
Fátima

Vamp Art disse...

Olá Mena... passei para ver o teu blog... adorei o poema... e o terço é magnifico... tenho um parecido oferecido pelo meu bisavõ... beijinhos e que tenhas um optimo dia junto com o teu papá...

Joanita disse...

Para além de se ver trabalhos muito bonitos ainda se aprende muito por aqui ;)

*Beijinho,
Joanita

Anónimo disse...

Olá adorei o terço, ficou magnifico.
bjs
ninaporto.blogs.sapo.pt

Sonia de Mexico disse...

Me gusta mucho leer en portugues y lo mejor es que entiendo casi todo ! Besos

Feltro em casa disse...

Oi Mena
O dia dos pais aqui no Brasil é somente em maio! Mas achei muito lindo o terço que voce fez, seu pai com certeza vai adorar! Um beijo. Malú

MARIA LEMOS disse...

Olá Mena!
Simplesmente espectacular o conteudo deste teu post, emociona!
Um grande beijinho para ti e vostos de uma Santa Páscoa para ti e familia.
Maria Lemos

Atelier da Casaleira disse...

olá mena bem disposta?gostei muito do texto relativo ao dia do pai...além do mais visitar teu blog aprende-se sempre algo de novo, de temas da vida quotidiana:)parabéns beijinho

Pituca disse...

ABRAÇÓDROMO

Você acabou de receber um abraço!!!
É isto mesmo, não há como se safar!!!

Você caiu no Abraçódromo!
Assim, você vai ter que abraçar todo mundo
que você conhece!!!

Abrace seus parentes, amigos, inimigos,
todo mundo!

O abraço é meu sinal favorito de afeição.
Ele pode significar tanto, e tantas coisas
ao mesmo tempo.

Pode significar um sinal de amor, de amizade,
de conforto ou tudo junto!
Uma pessoa que gosta muito de você
te enviou esta mensagem.

Agora, é a sua vez!
Neste momento, você está convidado a enviar
esta mensagem a todos os seus amigos.
FELIZ PÁSCOA
Beijokas

APO (Bem-Trapilho) disse...

olá Mena!
agradeci-te lá no blog. e faço um apelo e mostro o resultado de dois desafios!
passa lá para espreitar!
bjokas, amiga! :)