quarta-feira, 16 de setembro de 2009

"Façam o favor de ser felizes!"


O fim último da vida não é a excelência!


O autor deste texto é João Pereira Coutinho, jornalista.


Vale a pena ler!


“Não tenho filhos e tremo só de pensar. Os exemplos que vejo em volta não aconselham temeridades. Hordas de amigos constituem as respectivas proles e, apesar da benesse, não levam vidas descansadas. Pelo contrário: estão invariavelmente mergulhados numa angústia e numa ansiedade de contornos particularmente patológicos. Percebo porquê. Há cem ou duzentos anos, a vida dependia do berço, da posição social e da fortuna familiar.
Hoje, não. A criança nasce, não numa família mas numa pista de atletismo, com as barreiras da praxe: jardim-escola aos três, natação aos quatro, lições de piano aos cinco, escola aos seis, e um exército de professores, explicadores, educadores e psicólogos, como se a criança fosse um potro de competição.

Eis a ideologia criminosa que se instalou definitivamente nas sociedades modernas: a vida não é para ser vivida - mas construída com sucessos pessoais e profissionais, uns atrás dos outros, em progressão geométrica para o infinito. É preciso o emprego de sonho, a casa de sonho, o maridinho de sonho, os amigos de sonho, as férias de sonho, os restaurantes de sonho.

Não admira que, até 2020, um terço da população mundial esteja a mamar forte no Prozac.
É a velha história da cenoura e do burro: quanto mais temos, mais queremos. Quanto mais queremos, mais desesperamos. A meritocracia gera uma insatisfação insaciável que acabará por arrasar o mais leve traço de humanidade. O que não deixa de ser uma lástima.

Se as pessoas voltassem a ler os clássicos, sobretudo Montaigne, saberiam que o fim último da vida não é a excelência, mas sim a felicidade! “



A Mena na cozinha


Filetes no forno


filetes
azeite
dentes de alho
1 cebola
folhas de louro
1 pimento vermelho grande
4 tomates maduros0
5 dl de vinho branco
sal
pimenta
salsa
batatinhas novas
alecrim
limão


Tempere os filetes com alho picado, sal, pimenta e sumo de limão. Deixe a marinar.
Ligue o forno nos 180º.

Coloque as batatinhas com pele num tabuleiro ou pirex e regue com 2 colheres de sopa de azeite, junte também 2 dentes de alho picado, 1 folha de louro, sal, 1/2 pimento vermelho aos cubinhos e o alecrim.
Leve ao forno e deixe assar.

Num tacho, coloque 2 colheres de sopa de azeite e 2 dentes de alho aos pedacinhos. Junte a cebola picada e 2 folhas de louro e deixe saltear um pouco. Adicione o resto pimento cortado em juliana e o tomate em cubos. Refresque com vinho branco e tempere com sal e pimenta.
Coloque os filetes num tabuleiro de ir ao forno, deite por cima a cebolada e a salsa. Leve ao forno cerca de 30 minutos (180º).


Sirva os filetes com as batatinhas assadas e salada.
Bom apetite!


Trabalhinhos:


Mais t-shirts...


Miminhos


Estes miminhos foram-me oferecidos por esta linda! Levem-nos para os vossos cantinhos!


Já tenho saudades deste lugar!


11 comentários:

Abelha Maia disse...

Este texto, é tão realista que até assusta...temos mesmo que repensar o que andamos cá a fazer.
Gostei muito dos teus filetes.
Trabalhos lindos como sempre e burro...é um must.
bjssss

Mona Lisa disse...

Olá Mena

Adorei o texto...chega a arrepiar de tão realista.

Ceei com gosto. Gosto mt de peixe.

Ah...adorei o vídeo sobre o Alentejo.

Bjs.

Lisa

Sonia Facion disse...

Oi Mena!!!!

Não é que o jornalista Jão tem uma boa razão.

Do jeito que as coisas andam e as familias só pensando no conforto e no ter, com certeza as novas gerações precisaram só de diva e prozac.

Uma delícia o peixe!!!!

Bjks e tem mais selinho prá ti no blog de mimos.

Sonia

Sandra disse...

Hola Mena!!!
Que gusto que hayas dejado tu comentario, tu blog está lleno de cosas lindas.
El texto de este post está muy bueno, tenemos que reflexionar!!!
Besos
Sandra

Ana Rodrigues disse...

Olá!
Quantos textos tocantes... várias reflexões... será que nesta correria... alguém pára p/ pensar?
Acho que é um execicio... que se está a perder...
Deliciosas receitas!
Lindissimos trabalhos cheios de requinte!
Tema "sui generis" p/ usar numa t-shirt... adorei!
Bjs

artes_romao disse...

boa tarde,td bem?
agradeço o convite, para esta deliciosa comida também...hehe.
gostei imenso deste texto,identifico-me bastante com este jornalista.
quero dizer com isto, que penso muito, nestas situações que ele faz aqui referência.
fica bem,jinhos***

Brunette disse...

Olá Mena!
Achei muito interessante o texto de João Coutinho, nas escolas vemos bem de perto esta realidade, não é?
Adorei as t'shirts, é super fofo esse desenho.
Quero também agradecer todos os selinhos que me passaste. Ainda não os coloquei mas está para breve.
Bjos, deixo-te esta estrelinha:

Campanha, SOU SUA FÃ!!!
´´´´´´´´´´´¶
´´´´´´´´´´¶¶
´´´´´´´´´¶¶¶
¶¶¶´´´´´¶¶´¶
´¶¶¶¶¶¶¶¶´´¶
´´´¶¶´´´´´´¶¶¶¶¶¶¶¶¶
´´´´´¶¶´Fô¶¶¶¶
´´´´¶¶´´´´´¶¶¶
´´´¶¶´¶¶¶¶´´¶
´´¶¶¶¶¶´´¶¶´¶´
´¶¶´´´´´´´´¶¶¶´

Tu já ganhaste a tua,
agora vou ver se ganho a minha.
Passa para teus AMIGOS,
e ganha mais Estrelinhas também.

mfc disse...

Os filetes... hummmm... e aquelas batatinhas com tão bom aspecto?!
Iam já...

Mary disse...

Mena, que ricos filetes! Também costumo fazer no forno com molho de ovo e salsa, mas da próxima acrescento os pimentos!:) Boa semana!

Maria Cusca disse...

Adorei o texto.
Infelizmente é muito realista.
O peixinho estava uma delicia.
Os trabalhinhos também.
E já levo o miminho.
Jinhos grandes

Chocolate disse...

olá querida! que bom aspecto têm os filetes!! apetece come-los ao almoço lol
beijinhos e bom fim de semana!