quinta-feira, 10 de julho de 2008

Lágrimas

Quinta das Lágrimas
(Um passeio a Coimbra - retalhos)

Coimbra é a terra dos amores de Pedro e Inês. Os "saudosos campos do Mondego" e os arvoredos da Fonte dos Amores terão sido o palco dos seus encontros secretos.

Após a morte de D. Constança, Pedro e Inês passaram a viver no Paço régio, situado junto do Mosteiro de Santa Clara-a-Velha. Nele terão nascido os três filhos: os Infantes D. Pedro e D. Dinis e a Infanta D. Beatriz.

A Quinta das Lágrimas foi construída no século XVIII, mas, devido a um incêndio, apresenta arquitectura do século XIX. Foi o cenário dos amores proibidos do príncipe D. Pedro e D. Inês de Castro, dama de companhia de sua mulher D. Constança. Diz a lenda que foi na Quinta das Lágrimas que D. Inês chorou pela última vez, enquanto era trespassada pelos punhais dos fidalgos a quem o rei Afonso IV ordenara a sua morte. As lágrimas então derramadas inspiraram Luís de Camões a criar o nome de Fonte das Lágrimas ou Fonte dos Amores e muitos outros escritores a consagrar o amor eterno de Pedro e Inês.

(…)

“Vós, ó côncavos vales, que pudestes

A voz extrema ouvir da boca fria,

O nome do seu Pedro, que lhe ouvistes,

Por muito grande espaço repetistes!”

(…)


“As filhas do Mondego a morte escura

Longo tempo chorando memoraram,

E, por memória eterna, em fonte pura

As lágrimas choradas transformaram.

O nome lhe puseram, que inda dura,

Dos amores de Inês, que ali passaram.

Vede que fresca fonte rega as flores,

Que lágrimas são a água e o nome Amores!”


Inês é assassinada e todos os elementos da Natureza reflectem esta morte (típico das produções líricas renascentistas): o sol esconde-se; os vales reproduziram em eco o último sopro de vida de Inês que continha o nome do seu amado; e as ninfas do Mondego choraram durante muito tempo e estas lágrimas perpetuaram-se na Fonte da Lágrimas (na Quinta das Lágrimas, em Coimbra).

As ninfas do Mondego haviam testemunhado esta linda história de amor, pois foi nos saudosos campos do Mondego que Inês e Pedro se terão visto pela primeira vez; e nos arvoredos da Fonte dos Amores que terão tido os seus encontros secretos. Reza também a lenda que o sangue que a amada de Dom Pedro derramou está, ainda hoje, gravado numa rocha. Todavia, de acordo com os especialistas, a cor avermelhada que podemos constatar na rocha deve-se à presença de uma alga, a Hildenbranthiarosea. No entanto, muitos preferem ignorar a explicação científica para que o mito não perca o seu fantástico e maravilhoso.

Se quiserem saber mais, vejam aqui!

O Jardim da Quinta das Lágrimas foi idealizado no século XIX, seguindo uma tendência da época, a da constituição de uma espécie de Museu Vegetal, onde estariam representadas espécies de todo o mundo. A sua flora forma um conjunto de tal maneira rico e diversificado que se equipara em raridade e exotismo aos mais completos jardins botânicos.

Hoje, no Palácio da Quinta das Lágrimas, está instalado um hotel de luxo.




Fonte dos Amores

Lágrimas Ocultas

Se me ponho a cismar em outras eras
Em que ri e cantei, em que era querida,
Parece-me que foi outras esferas,
Parece-me que foi numa outra vida...


E a minha triste boca dolorida
Que dantes tinha o rir das primaveras,
Esbate as linhas graves e severas
E cai num abandono de esquecida!


E fico, pensativa, olhando o vago...
Toma a brandura plácida dum lago
O meu rosto de monja de marfim...


E as lágrimas que choro, branca e calma,
Ninguém as vê brotar dentro da alma!
Ninguém as vê cair dentro de mim!

Florbela Espanca


Lágrima de preta


Encontrei uma preta

que estava a chorar,

pedi-lhe uma lágrima

para a analisar.

Recolhi a lágrima

com todo o cuidado

num tubo de ensaio

bem esterilizado.

Olhei-a de um lado,

do outro e de frente:

tinha um ar de gota

muito transparente.

Mandei vir os ácidos,

as bases e os sais,

as drogas usadas

em casos que tais.

Ensaiei a frio,

experimentei ao lume,

de todas as vezes

deu-me o que é costume:

Nem sinais de negro,

nem vestígios de ódio.

Água (quase tudo)

e cloreto de sódio.

António Gedeão


Mousse de Lima

1 lata de leite condensado
2 limas
3 iogurtes naturais
1 raminho de hortelã



Mistura-se o leite condensado com a raspa das limas.

Junta-se, seguidamente, o sumo das mesmas.

Mexe-se muito bem, até formar um creme espesso.

Por fim, adicionam-se os iogurtes. Mistura-se tudo muito bem. Leva-se ao frigorífico.

Na hora de servir, enfeita-se com um raminho de hortelã e/ou rodelas de lima.


Trabalhinhos: um presente para a minha amiga Maria João.









12 comentários:

Carolina disse...

Hola Mena! muero por tener algun trabajo tuyo!! pero estamos tan lejos... son hermosos!!!
y no sabes las ganas de probar ese mousse de lima!!!!
jejejeje
Besotes

Bijuterias D'encantar disse...

Olá Mena!!
Tudo bem?
Que novidades bonitas... agora fiquei com saudades de ir à Quinta das Lágrimas :) tenho de lá voltar :)
Os trabalhinhos estão lindos como sempre e a sobremesa hummmmmmmm.... uma delicia :)

Beijinhos grandes e bom fim de semana

Daniela Tavares disse...

Oi Mena!!

Oh!! Quinta das Lágrimas... imagina o que me faz lembrar?? Lusíadas... que por sua vez me fazem lembrar os exames!!

Vou ver as minhas notas agora!!

Eu já conheço também aquele poema da Lágrima de Preta... acho que já o ouvi pr'aí umas 20 vezes! Mas é muito bonito!!

Essa mousse de lima parece saborosa, como tudo o que tu aqui fazes!

E essa caixinha? É em decoupage?? Pelo menos é o que me parece...

O colar está também muito giro... Tem cores muito simples mas é muito atractivo!

Beijos, vou agora à escola!!

='P

sweetie Mafalda disse...

Olá Mena,

mais um post magnifico!!
Adorei os trabalhos são muito bonitos!!
Tens uns mimos no meu blog para ti.
Bjs
Bom fim-de-semana
Mafalda

Feltro em casa disse...

Que linda essa Quinta das Lágrimas!!!Vontade de conhecer!!!
Coimbra deve ser linda também!!!
Huummm...musse de limão!!!!Adoro tortinha de limão também!!!É uma das minhas favoritas!!! Aliás limão é tudo de bom!!!!Um beijão e bom fim-de-semana!!!Estou indo para a praia nesse minuto!!!Volto segunda demanhã!!!Um beijão!!Malú

Daniela Tavares disse...

Oi!!

Já tenho as notas no meu blog...

Vai lá espreitar e descobre o que tirei!

Beijos grandes!

='D

sonhos disse...

Olá! :) Nunca cheguei a ir à quinta das Lágrimas, mas fiquei com imensa vontade de lá ir :)
Quanto à caixinha, está um encanto :)
E a mousse, estou tentada a faze-la :)

Beijinhos e bom fds

maiu :) manchinha da vaca disse...

Olá Mena querida,
que lindo a Quinta! um show mesmo!!!
E esta receita, ai delicia!!!
Só nos trazes receitas otimas!!!
E seu trabalho continua lindo, com certeza sua amiga vai amar!
Eu amei!!!
Beijinhos e otimo fim de semana!!!

Sonia Facion disse...

Olá Mena
Passei para desejar-te um bom fim de semana e dizer que teu blog continua doce, amável e super interessante!!!
Bjks
Sonia

εïз Andrea Cris εïз disse...

Olá Amiga
Linda postagem e a sugestão para sobremesa humm deu agua na boca...Adorei as novidades que Lindas
PARABENS
BOM FINAL DE SEMANA
Bjs
Andrea

artes_romao disse...

Boa tarde,td bem?
mais um post surpreendente, ker dizer de ti...já e habito ver estas maravilhas,heheh...
continua!!!
quanto as tuas ultimas criaçoes estau um mimo...
tenho miminhos tb a tua espera,qd puderes passa por la...
votos de um fantastico fim d semana.
fika bem,jinhos***

ÁNGELES disse...

Mena, he pasado a desearte que tengas un ¡BELLÍSIMO FIN DE SEMANA!, Cariños.
Ángeles Nessy

P.D. Coloqué un traductor de AltaVista, pienso que es más fácil así.