quarta-feira, 1 de outubro de 2008

História com música

Antonio Peticov " Il Conservatorio"


DIA MUNDIAL da MÚSICA


"Porque a Música penetra mais fundo na alma humana."

Platão

" A música é o barulho que pensa. "

Victor Hugo

" Encontra-se sempre, aqui e ali, algum semi-deus que consegue viver em condições terríveis, e viver vencedor! Quereis ouvir os seus cantos solitários? Escutai a música de Beethoven! "

Friedrich Nietzsche

" Quem ouve música sente a solidão de repente povoada. "

Robert Browning

" A música é a linguagem dos espíritos. "

Khalil Gibran


O Destino da Música

Era uma vez uma música, uma melodia. Andou pelos ouvidos das pessoas.

Alguns cantarolavam-na. Outros assobiavam-na. Fosse em lá-lá-lá, no céu-da-boca, ou em tri-ti-ti, na ponta dos lábios, sabia sempre bem.

Quando era tocada no coreto da praça, as pessoas paravam de conversar e aproximavam-se pé ante pé, meneando a cabeça ao som da música. E, quando a música acabava, batiam palmas entusiasmadas, que tanto se destinavam à música como à banda que apuradamente a tocara. E pediam “Bis! Bis!”.

Às vezes, o maestro fazia-lhes a vontade. Nova sessão do encantamento e, no fim, mais uma grande revoada de palmas.
Acontecia as pessoas acordarem, de manhã, com a música a rodopiar nos ouvidos. Era bom.

Acontecia as pessoas adormecerem, à noite, com a música a rodopiar nos ouvidos. Também era bom.

E, durante o dia, os carpinteiros, a serrarem, assobiavam-na, as lavadeiras, a lavarem, cantavam-na, e toda a gente, quer estivesse a trabalhar quer fosse dar um passeio solitário pelo campo, espalhava-a pelos ares, dando mais vida à música que serpenteava, feliz, em direcção às nuvens.

Mas a banda deu a conhecer outras melodias. Era seu dever valorizar-se e renovar o repertório. Não podia estar só a tocar as mesmas músicas de antigamente.
Porque é que não voltam a tocar aquela que começa assim: Lá-lá-lá…? - Perguntava alguém, com saudades da velha música.

Não havia quem soubesse responder.
A pouco e pouco, a música foi-se apagando das memórias.
Para onde vão as melodias que nunca mais são tocadas?
Eu sei, isto é, julgo saber. Os sons sobem.

Seja de flauta, de harpa ou de voz, o som solta-se donde é emitido e como leve coluna de fumo busca o ar transparente, onde vogam as andorinhas. Cada vez mais alto, o som atravessa as nuvens…

Quando chove e as gotas de chuva tilintam nas águas dos rios e dos lagos, os sons que subiram regressam à Terra. Todos juntos, em grande confusão, escorrem pelas correntes de água, em caudais de música, em ondas, em cascatas, e vão ter ao mar.

Os sons mais pesados vão para o fundo. Os outros permanecem à superfície e, levados pelo balanço das ondas, navegam, de mistura com algas, penas de gaivotas, bocadinhos de luz e de prata, roubados ao Sol.

Estava eu na praia, a contemplar um pôr de Sol (sou coleccionador de pores de Sol, não sei se sabem), quando uma musiquinha suave me trespassou os ouvidos.

Os óculos já embaciados da poalha da maresia ficaram ainda mais embaciados, porque, de repente, me lembrei de que tinha ouvido aquela música à beira de um coreto pela mão do meu avô Domingos. Portanto, há muito e muito tempo…
Não estava a inventar.

Para ter a certeza, aflorei a música aos lábios, num sussurro de um assobio, que voou em direcção às nuvens rosadas do entardecer.
Foi então que resolvi escrever esta história.

António Torrado





Um pouco de humor

O Príncipe Encantado


Moral da história: "Nem tudo é o que parece!"





A Mena na cozinha

Legumes Gratinados à Mena

1 cebola
1 dente de alho
azeite
2 tomates maduros
1/4 de pimento laranja
1/4 de pimento vermelho
1/4 de pimento amarelo
1 courgette
salsa
sal
pimenta
noz moscada
2 chávenas de soja granulada
1dl de vinho branco
2dl de caldo de carne
6 ovos
batatas fritas "palha"
queijo ralado


Corte a cebola e o alho às rodelas. Leve ao lume com um pouco de azeite. Junte a salsa e deixe cozinhar um pouco.

Corte os tomates aos pedaços e os pimentos às tiras e adicione ao preparado anterior.

Seguidamente junte a courgette cortada às rodelas e o vinho branco. Deixe cozer.

Quando estiver quase cozido, escorra a soja e aperte-a entre as mãos para lhe retirar o máximo de água possível. Não esquecer que a soja deve pôr-se de molho em água fria durante 30 minutos. Envolva bem a soja com os legumes.

Junte o caldo de carne, tempere com sal, pimenta e noz moscada e deixe cozinhar.

Entretanto, prepare os ovos mexidos. Bata os ovos temperados com sal e pimenta e leve-os ao lume numa frigideira com um fiozinho de azeite, mexendo sempre.

Disponha num pirex as batatas fritas "palha" e por cima

deite os ovos mexidos. Ponha mais uma camada de batatas fritas e

por fim, adicione o preparado dos legumes com a soja.

Polvilhe com queijo ralado ou em fios e leve ao forno.

Sirva com uma boa salada mista. Bom apetite!


Desafio: Repararam, certamente, que este prato não tem nome! Eu inventei esta receita e apresentei-a à família. Primeira reacção: "O que é isto?", perguntou a minha filhota que quer saber tudo acerca do que vai comer. Segunda reacção: "Isto leva o quê?", indagou o meu filho, sempre receptivo a novidades. Terceira reacção: "Como se chama este prato?", questão posta pelo meu marido que gosta sempre de chamar as coisas pelos nomes.
Ora bem, depois das minhas explicações, chegámos todos à conclusão que deveríamos atribuir um nome a esta receita. A minha filha disse logo que só depois de provarmos é que devíamos pôr ou não um nome ao novo pratinho, "porque se não prestar, não vale a pena pôr os neurónios a trabalhar, coitadinhos, andam cansados de pensar em tanta coisa!", "Pois bem, vamos lá provar a nova criação da mãe.", "Só espero que haja mais alguma coisa para comer, não vá isto dar para o torto e ser completamente intragável.", "Obrigadinha, meninos, pela confiança que depositam em mim!..."
Todos comeram e todos choraram por mais, mas não houve consenso em relação ao nome de tão apaladado pratinho. É aqui que entram os/as que me visitam. Preciso da vossa ajuda, da vossa colaboração.

Assim, aqui vai o desafio: todos os/as visitantes, vão sugerir um nome para esta deliciosa iguaria. Eu escolherei o que gostar mais e oferecerei um presente ao autor do nome escolhido para a receita. Que acham?


Trabalhinho:
Colar coração vermelho



Visita a lojinha aqui!

19 comentários:

Chocolate disse...

eu diria que é uma paella de legumes lol
mas eu e os cozinhados nao temos grandes amizades lol
beijinhos!!!!

SANDRA RIBEIRO disse...

ola mena
pois olhando bem para este pratinho tem ca um aspecto sim senhor mas a cabeça é que nao da nada penso penso e pouco sai
mas la vai um a sorte
mexidos a mena
ou
mexidos a minha moda
ou talvez some
-so- de soja -me- de mena mexidos
e como digo nao sai grande coisa desta cabecinha hoje
o colar esta muito lindo assim como o resto
beijos

APO (Bem-Trapilho) disse...

ahahah que desafio giro!!! e eu adoro estes desafios! :) entao vou tentar a minha sorte com "gratinado vegetariano com todos" by Mena! que tal!?
adorava provar, tenho que o experimentar um dia destes. na verdade adorava saber fazer uns pratos vegetarianos. o que me aconselhas para começar, Mena?

adorei o teu novo colar!

amiga, há novidades fresquinhas no Bem-Trapilho (anéis vintage). Passa por lá! :)

bjokinhas!

caloca disse...

Olá, Mena. O prato está realmente apetitoso, quanto ao nome para ele não me ocorre nada, mas achei bonito o nome que a APO sugeriu.
O teu colar está também muito bonito.
Coloquei uma "anedota" no meu blog e lembrei-me de ti, quando puderes passa por la para espreitar. Mas espero que não tenhas nunca passado por uma situação idêntica.
Jinhos
Armanda

Cor de Mel disse...

Olá Mena,
Começando pelo colar, acho-o fantástico porque é mesmo lindo e porque é vermelho!
Um "post" magnífico, como sempre, e um belo tributo ao Dia da Música, com todos os vídeos e textos com que o homenageou.
O momento de humor giríssimo e mais uma vez se comprova a máxima de que, o essencial é mesmo invisível aos olhos...
O prato lindo e com um aspecto delicioso que nos presentou, para já, devo dizer que o vou experimentar o mais rápido possível. Quanto ao desafio, pois cá vai a minha sugestão e a devida justificação.
Eu baptizo-o de "Amor de Perdição"!
Porquê: Porque é, como a Mena diz, de comer e chorar por mais e porque foi inventado e confeccionado pela Mena, para a sua família e com muito amor e carinho. Características que reconheço sempre nas suas receitas!!
Beijinhos,
Lia.

Dulce disse...

Olá Mena,
Este prato podia ser para o meu jantar de hoje, que ainda não está feito mas vai ser hamburguers de soja com legumes e arroz integral.
Um nome para o teu prato, sei lá...pode ser "Legumes gratinados com soja", um prato a experimentar.
Beijinhos
Dulce

mfc disse...

... tachada de legumes!

Sonia Facion disse...

Amei o colar e a tela da música.
Bjknhas Mena.

Sonia

Alexandrina disse...

Olá amiga!
Vou tentar a minha sorte! Então aqui vai o nome que escolhi: "Legumes Gratinados à Mena"!
Pode ser que seja desta que ganho um miminho teu!
É um desafio interessante e ao mesmo tempo engraçado!
Beijinhos amiga!

P.S. Adorei o colar, simplesmente LINDO!

Sonia Facion disse...

To no desafio, Mena!!!

Eu sugiro: "Lasanha a La Mena"

Espero que vc goste.

Bjks

Sonia

Sonia Facion disse...

Ah! tenha um final de semana lindo!!!

Sonia

Bijuterias D'encantar disse...

Novidades muito bonitas e apetitosas!

bjinhos e bom fim de semana

marinaebrunaartes disse...

Oi Mena!!Estou a pensar...espera um pouco...plim..surgiu;
Empadão de pimentos coloridos com soja!!!AMEI!!!!
Espero que tb gostes,bom fim de semana e espero novidades...

εïз Andrea Cris εïз disse...

Olá Amiga
Que Saudades..a postagem Maravilhosa e o colar que encanto o desafio Culinário deu agua na boca humm...eu sugiro SURPRESA GRATINADA DA MENA.....
BOM FINAL DE SEMANA
Bjs
Andrea

Anónimo disse...

Meninha minha querida

Pois é cá a velhota não se esquece de ti, mas sabes como é se não são os netos...são os netos...e se não forem os netos...são os netos!...e eu sou uma grande chata, né?

Acredita que a mudança de Colégio do Gonçalinho alterou bastante a minha vida quotidiana.
Basta dizer-te que o que ele andava era a 5 minutos de casa este fica a 10 Km de distância e tem regras bastante rigidas em tudo, incluindo a hora de entrada e saída.

Assim de manhã tem de entrar até ás 8,30 e á tarde tem de sair ás 17,30 senão...paga prolongamento...!
Ainda não consegui acertar os fusos horários ...mas calma aí 15 minutos antes da entrada já lá está e ás 17 estou lá eu á espera, gosto muito de cumprir e prefiro esperar que chegar tarde.
Mas tudo isto é óptimo para eles aprenderem a ter regras desde pequeninos. Ele anda felicissimo, graças a Deus!
Depois ainda tenho a minha "tsumani" Matildinha que só vai para o ano para o Colégio pois só faz 3 anos em Maio...e ela é fogo...não faço ideia a quem sai...há palpites muito maldosos!...ela é uma querida!
Em Janeiro, nasce o mais novinho, se Deus quizer, o que quer dizer que com jeitinho vou ficar com dois aí uns dois mesitos!

Olha minha querida, como sempre adorei o teu trabalhinho...mas desculpa as almofadas não me saem da cabeça..

Quanto ao prato...bem,não ando com muita imaginação, ando um pouco cansada ( já só vejo quadrilé e linhas na minha frente, pois ando a bordar fraldas e babetes para o pequerrucho) e os meus olhos já não são os de há uns anos atrás, mas mesmo assim pensei em " mistura saborosa" segredo com soja" "adivinhem" "é bom é bom é muito bom" "até tem batata palha" "legumes disfarçados"
"blogosoja" "virtolegumes"...bem não digo mais asneiras...!

Bom fim de semana
Beijinho grande e com muita amizade
Cassilda

Cor de Mel disse...

Olá Mena,
Venho só dizer que fiz hoje este maravilhoso prato sem nome. Tirei fotografia à saída do forno e depois de gratinado (depois mostro-lhe...).
Bom, acabamos de jantar e é como diz: De comer e chorar por mais!!!!
Até o meu filho que "supostamente" diz não gostar de legumes, comeu pimentos, tomates, courgete e tudo com uma satisfação que o prato ficou limpo!
Beijinhos e obrigada pela partilha.
Lia.

isabel tiago disse...

Boa tarde Mena

Boa sugestão a da Lia que eu visitei e aproveitar para cuscar o dito prato. Ten excelente aspecto e agora só falta experimentar. Só tenho um senão: não tenho quem me acompanhe nos pimentos. É uma tragédia. Eu adoro pimentos. Mas hei-de fazer, para quando almoçar com os filhos.
Com respeito à sugestão para o nome, já há muitas e bem escolhidas. Eu também inventei um prato sem nome, que ainda hoje está assim. Quando querem esse prato pedem-me para fazer "aquele" prato de que gostamos muito...

Solange Belém disse...

Oi amiga,
vi a foto desta receita no blog Cor de mel e o respectivo link. Então corri aqui para anotar a receita e com certeza vou fazê-la o mais rápido possível, pois gostamos de soja.
Depois te conto o resultado, tá?
Um abraço forte e até a próxima vez.

Sol

janeca disse...

olá Mena!
Passei no blog da Lia e vi esta sugestão,entrei para conhecer e fiquei deliciada;)) Que cantinho Maravilhoso...Parabéns!!
Quanto ao nome para uma delicia destas, já foram dadas várias e qualquer delas muito bem escolhidas,deve ser divinal o seu pratinho de legumes.

Adorei o colar com um bom gosto extraordinário(não fosse eu louca por bijuteria).

Bjinhos Carinhosos
Vou guardar o seu link para voltar mais vezes.

Janeca!