quarta-feira, 2 de janeiro de 2008

Recomeçar!

Novidades:
Peças em fimo que deram origem a alguns trabalhos expostos.



Colar com elos em prata dourada e bolas brancas em fimo com missangas castanhas e cor-de- laranja.
Porta-chaves em fimo em tons de azul turquesa, amarelo e cor-de-rosa.


Faxina na Alma

Não importa onde você parou,
em que momento da vida você cansou,
o que importa é que sempre é possível
e necessário "Recomeçar".

Recomeçar é dar uma nova
chance a si mesmo.
É renovar as esperanças na vida
e o mais importante:
acreditar em você de novo.

Sofreu muito nesse período?
Foi aprendizado.

Chorou muito?
Foi limpeza da alma.

Ficou com raiva das pessoas?
Foi para perdoá-las um dia.

Sentiu-se só por diversas vezes?
É por que fechaste a porta até para os outros.

Acreditou que tudo estava perdido?
Era o início da tua melhora.

Pois é!
Agora é hora de iniciar,
de pensar na luz,
de encontrar prazer nas coisas simples de novo.

Que tal um novo emprego?
Uma nova profissão?
Um corte de cabelo arrojado, diferente?
Um novo curso,
ou aquele velho desejo de aprender a pintar,
desenhar,
dominar o computador,
ou qualquer outra coisa?

Olha quanto desafio.
Quanta coisa nova nesse mundão
de meu Deus te esperando.

Tá se sentindo sozinho?
Besteira!
Tem tanta gente que você afastou
com o seu "período de isolamento",
tem tanta gente esperando apenas um
sorriso teu para "chegar" perto de você.

Quando nos trancamos na tristeza nem
nós mesmos nos suportamos.
Ficamos horríveis.
O mau humor vai comendo nosso fígado,
até a boca ficar amarga.

Recomeçar!
Hoje é um bom dia para começar
novos desafios.

Onde você quer chegar?
Ir alto.
Sonhe alto,
queira o melhor do melhor,
queira coisas boas para a vida.
pensamentos assim trazem para nós
aquilo que desejamos.

Se pensarmos pequeno,
coisas pequenas teremos.

Já se desejarmos fortemente o melhor
e principalmente lutarmos pelo melhor,
o melhor vai se instalar na nossa vida.

E é hoje o dia da Faxina Mental.

Joga fora tudo que te prende ao passado,
ao mundinho de coisas tristes,
fotos,
peças de roupa,
papel de bala,
ingressos de cinema,
bilhetes de viagens,
e toda aquela tranqueira que guardamos
quando nos julgamos apaixonados.
Jogue tudo fora.
Mas, principalmente,
esvazie seu coração.
Fique pronto para a vida,
para um novo amor.

Lembre-se somos apaixonáveis,
somos sempre capazes de amar
muitas e muitas vezes.
Afinal de contas,
nós somos o "Amor".

Porque somos do tamanho daquilo que vemos,
e não do tamanho da nossa altura.

Sempre vai existir um ser além de nós,
e confia nele agora,

que ele guiará os teus passos ...

Paulo Roberto Gaefke

Esta mensagem é indevidamente atribuída ao Carlos Drumond de Andrade por causa do acréscimo destes versos:
"
Porque sou do tamanho daquilo que vejo,
e não do tamanho da minha altura."

que dizem ser de Drummond,
o que também não é verdade, pois estes versos fazem parte do lindo poema "A minha Aldeia", de Fernando Pessoa, sob o heterónimo de Alberto Caeiro:


DA MINHA ALDEIA vejo quanto da terra se pode ver no Universo...
Por isso a minha aldeia é grande como outra qualquer
Porque eu sou do tamanho do que vejo

E não do tamanho da minha altura...

Nas cidades a vida é mais pequena
Que aqui na minha casa no cimo deste outeiro.
Na cidade as grandes casas fecham a vista à chave,
Escondem o horizonte, empurram nosso olhar para longe de todo o céu,
Tornam-nos pequenos porque nos tiram o que os nossos olhos nos podem dar,
E tornam-nos pobres porque a única riqueza é ver.

Alberto Caeiro, em "O Guardador
de Rebanhos"
.


"O seu a seu dono"!


Nós merecemos!

Este ano, deixemo-nos de lamentações, de pensamentos negativos, da tendência para acreditar que nada vai melhorar… das insatisfações, das preocupações… enfim… da sensação de que não vamos conseguir realizar o que queremos. Vamos lutar!
Para que a mudança possa acontecer, é preciso que ocorra primeiro dentro de nós. Lembrem-se, amigas, os problemas não deixam de existir se nos preocuparmos, se nos lamentarmos, mas a diferença pode estar na maneira como enfrentamos as dificuldades que se nos deparam. Não podemos dominar os factores externos, pessoas, acontecimentos, mas podemos controlar o nosso pensamento e a nossa vida.
Vamos tirar de dentro de nós, do nosso pensamento tudo aquilo que nos faz sofrer. Façamos uma lista, agora mesmo, do que nos incomoda, preocupa ou irrita e deitemos fora, para bem longe.
Vamos deitar no lixo aquelas palavras que ouvimos e nos magoaram, as tristezas e as lembranças de um dia triste e chuvoso. Deitemos fora as desilusões, as brigas, a raiva, a angústia, o desânimo, o fracasso, a insegurança, a culpa, o medo, a depressão, todas as expectativas frustradas, todos os relacionamentos destrutivos.
Deitemos fora tudo o que nos prende ao passado e que nos faz sofrer. Queimemos as fotos que só nos trazem lembranças tristes ou de quem nos magoou. Porque guardamos coisas que só nos trazem lembranças ruins? Porquê? Mas há mais para deitar fora! A ansiedade, a necessidade de comer sem parar. Deitemos tudo fora, sem culpa e, se ela aparecer, livremo-nos dela também.
Livremo-nos da necessidade de agradar, de ser aprovado. Deixemos de lado os sonhos de outras pessoas. Paremos de nos preocupar com os problemas dos outros, soltemos os ombros, respiremos fundo e soltemos toda a energia negativa que existe dentro de nós e preparemo-nos para recomeçar, para viver os nossos sonhos.

A lista já está completa? Não nos esquecemos de nada? Então vamos rasgá-la ou colocá-la na lareira para que o fogo a transforme e desfaça.

Pois bem, ficámos com um espaço vazio na nossa mente. Agora há que preenchê-lo, não é? Façamos, então, outra lista, coloquemos umas gotas de perfume e guardemo-la num lugar especial.
Vamos, então, preencher a nossa nova lista? Que tal escrevermos: determinação, compreensão, serenidade, discernimento, calma, alegria, realização pessoal e profissional. Coloquemos ainda, beleza, prosperidade, sucesso, relacionamentos saudáveis e perdão.
Porque não… acrescentarmos também harmonia, tranquilidade, bom relacionamento com todos os que amamos. Vamos sonhar alto, pedir o melhor, querer coisas boas para a nossa vida, saúde, muita saúde, pois só assim poderemos conquistar o que queremos e merecemos e adicionemos ainda à nossa lista - Paz, Amor - muita capacidade de amar, porque o amor é o sentimento mais forte que existe e por ele vale a pena Recomeçar! Temos de acreditar que é possível vencer! Nós merecemos!


Até breve!

7 comentários:

Anix disse...

Obrigada!Gostei da mensagem de incentivo. De facto tudo depende de nós, da nossa vontade.
Bom Ano!!! :-)

A Lua Da Ana disse...

Bom Ano...
Tens coisinhas muito giras!!!
Para participares basta dizeres que queres...
Bjs

* Joana & Rita _ Bijuteria Bacco * disse...

Olá!

Adorámos os teus trabalhinhos! São lindos e perfeitinhos! E roemo-nos de inveja das tuas peças em fimo, tão bonitas...sim, porque as nossas ficam sempre torradas... ;)
Mas é uma inveja saudável!!! :D

Desejamos-te ainda um ano de 2008 maravilhoso, cheio de superpresas agradáveis!

Beijinhos da Joana e da Rita!

Vera disse...

Olá Mena!
Muito obrigada pela tua visita ao meu cantinho..fico contente que tenhas gostado dos meus trabalhos.
Eu adorei os teus trabalhos...são todos muito bonitos...parabéns!
Vou continuar a passar por aki sempre que possa...beijinhos e um bom ano
Vera

Anónimo disse...

Gostei do teu blog, dos poemas, dos textos, das histórias, das fotos, dos teus trabalhos. Vou seguir o teu conselho e fazer uma lista com as coisas más que vivi e refazê-la depois com tudo o que pretendo e que considero saudável. Obrigada pelo conselho. Um bom ano de 2008.
Até outro dia.
Beijinhos.

Coisas de Mulher disse...

Olá Mena!
Obrigada pela visita e comentário!
Não conhecia o teu blog, mas já vi que fazes coisas muito bonitas, parabéns!
Beijinhos e volta sempre :D
Helena

paulamar disse...

Olá...Olá...
Obrigada pela tua mensagem... também te dou os parabéns pelos teus trabalhos! Muito originais...Gostei, melhor, ADOREI!
Agora só espero conseguir escolher ehehe!!! Até Breve
Paula Marisa