sexta-feira, 27 de março de 2009

A Lua de Joana

Este período lectivo terminou da melhor maneira para os nossos alunos. Fomos todos ao teatro ver a peça "A Lua de Joana".


Ao lermos «A Lua de Joana» não podemos deixar de pensar na forma como, muitas vezes, relegamos para segundo plano aquilo que é realmente importante na vida. Porque este livro nos alerta para a importância de estarmos atentos a nós e ao outro, e de sermos capazes de, em conjunto, percorrer um caminho que conduza a uma vida plena…


(Padre Feytor Pinto)



A peça “A Lua de Joana” propõe-se despertar consciências. Os nossos alunos estão inseridos numa sociedade em que a droga está demasiado presente, vive lado a lado com eles. A droga persegue e tenta a nossa juventude, por isso decidimos mostrar-lhes esse mundo negro através da leitura e da análise da obra “A Lua de Joana” que culminou com a ida ao teatro.



A peça tem três actores (a narradora, a Joana e o Diogo).




A narradora, uma adolescente, fala-nos das dúvidas que os jovens têm em relação à droga. Opiniões diferentes e contraditórias que ela não percebe muito bem, porque uns dizem-lhe para experimentar, outros dizem-lhe que é algo terrível, tão terrível como entrar num poço fundo e escuro de onde dificilmente se sairá. Assim, ela procura descobrir a verdade, enquanto nos conta a história da sua vizinha Joana.




A Joana é uma adolescente que tem, como todos os adolescentes, problemas. Esta jovem tem um relacionamento distante e conflituoso com a sua família (um pai ausente, um irmão que vive num mundo totalmente à parte, uma mãe fútil) e as suas dificuldades agudizam-se, quando ela perde as duas pessoas mais importantes da sua vida, a sua amiga Marta e a sua avó. Finalmente, a sua vida torna-se ainda mais caótica com o “namoro” confuso que tem com o rapaz por quem se apaixonou.


A Joana, protagonista desta peça, pertence a uma família moderna, sem problemas financeiros, mas demasiado ocupada para perceber que ela necessita de muito mais do que uma excelente situação económica.

Enquanto a Joana teve o apoio da sua avó, o seu porto de abrigo, o seu único apoio familiar, a sua vida ia decorrendo sem grande transtorno, a morte da Marta (incompreendida pela Joana) veio abalar o seu mundo já bastante conturbado, mas tudo ruiu definitivamente à sua volta com a morte da avó. Sem rumo nem amigos verdadeiros, sem uma família estruturada e feliz, ela acaba por entrar no mundo que sempre condenou e que lhe levou a sua melhor amiga: o mundo das drogas.


O Diogo, um rapaz inteligente e informado, sabe dos malefícios da droga, mas dúvida que possa ficar viciado, porque acredita que tem capacidade para comandar a sua vida e o seu corpo.


A peça fala-nos ainda da importância da amizade e dos amigos e alerta-nos bem para o facto de que há “amigos” que antes não fossem amigos de ninguém.

Esta peça “A Lua De Joana” pretende esclarecer todas as dúvidas que subsistem ainda na mente dos adolescentes em relação à droga e aos seus muitos danos, é um safanão grande e, por vezes, até bem doloroso a que ninguém fica indiferente: lembrem-se sempre

a droga vicia, a droga mata!




Terminada a peça, seguiu-se a sessão de autógrafos, de fotografias e de beijinhos!

O Rui (o Diogo da peça) foi o mais solicitado.

Calma, chego para todas!

"É a primeira vez que dou um autógrafo numa bola..."

"Esta confundiu-me com o Cristiano Ronaldo ou quê?""

"Mais um bilhetinho: um beijinho grande para a S do Rui."

"Professora, nunca tive tantas miúdas à minha volta, sou um homem de sorte, não sou!"

"Ai, professora, ele é tão lindo, tão lindo!"

"Não sei se me hei-de aproximar, se lhe dou um beijo..."

"No meio das mulheres é que eu me sinto bem!"

A Mara (narradora) apareceu por fim... mais uma foto... mais uma volta no carrossel!

A Filipa (Joana) muito simpática respondeu a todas as perguntas colocadas pelos alunos e alunas. Todos ficaram rendidos à sua simpatia.
"Ó professora, a actriz que faz de Joana não é bonita, mas possui qualquer coisa que nos cativa. A outra é bonita, mas bastante convencida, não gostei muito dela."

"A bola também fica na foto, dela não me separo nunca, até veio comigo ao teatro."

"Finalmente ganhei coragem, aproximei-me mais e ele pôs-me logo o braço por cima. Fiquei tão emocionada!"
"Professora, tirou uma foto, veja se ficou boa, veja lá! Não lhe perdoo se não ficou bem!"

"Ó professora, viu o jeitinho de ele pôr o pé? Tão querido! Ele é tão bonito, tão simpático, tão... tão... tão..."

"Posso pôr o meu braço à tua volta também, talvez na cintura?"
"Miúda, está à vontade, neste momento sou todo teu!"

"Estou tão emocionada! Tão perto duma estrela, até me sinto corar! Ai, meu Deus, que emoção!

"Ele é lindooooooooooooooooooooooo!"
"Até estou toda arrepiadinhaaaaaaaaaaaaaaa!"

"Nunca vi tanta miúda gira à minha volta, tenho de voltar mais vezes!"

"Olha a S com os três! Não vale, também quero!"

"Nós só o queremos a ele, vamos cobri-lo de beijinhos, depois disto jamais nos esquecerá!"

Uma foto com as resistentes (as outras alunas já tinham saído carregadas de autógrafos e de beijinhos).





Para terminar este post, convido-vos a dar uma espreitadela aqui, garanto que não se vão arrepender. Deixo-vos aqui um pouquinho do muito que poderão lá encontrar. Depois digam alguma coisa! Muitos dos trabalhos são da autoria da minha princesa.


Não deixem de visitar este lindo espacinho!


7 comentários:

artes_romao disse...

boa tarde,td bem?
bem, estou a ver k os teus alunos andam mt famosos...heheh..
muitas felicidades p eles e p ti,claro..
bom fim d semana.
fika bem,jinhos***

Mary disse...

Mena, então um dia destes mostra-nos a tua versão do abacate! Hehehe:)
Um excelente FDS, aproveita o solinho! :)

Brunette disse...

Olá Mena!
Mas que boa forma de terminar este período de aulas! "A Lua de Joana" foi um livro que marcou a minha adolescência, é pena não estar em cena aqui mais perto... Vou aproveitar a tua sugestão e visitar o blogue que recomendaste.
Bjos e aproveita o fim-de-semana.

APO (Bem-Trapilho) disse...

bemmm foi cá uma festa! :)
adorei os teus comentários! :)))
bjinhos minha querida!
bom fds! :)

Sonia Facion disse...

Oi Mena!!!

Deve ter sido muito gostoso, pois ajuntar o cultural ao agradável é muito bom.

Bom fim de semana.

Sonia

wilma disse...

Belo passeio e com essa turminha animada ainda por cima!!! :)
Creio que a peça deve ter sido muito boa mesmo, a julgar pelo ator...ehehe
bjosss

∂αиι тαναяєѕ =') disse...

Oi!!

Passei a agradecer os mimos (já antiguinhos) que me ofereces-te e a pedir desculpas perante a minha ausência no teu blog, mas andei super atrapalhada!

Mais um grande post!! E era só fotos com o rapazinho!!! :'D

Beijinho *