segunda-feira, 8 de setembro de 2008

O enigma

Praia água de Medeiros





Hoje, acabei de ler este livro, sentada nas areias desta bela praia.



A história começa com a morte de um historiador no Rio de Janeiro que deixa encriptada uma descoberta histórica de grande relevância. O criptologista Tomás Noronha é contratado por uma fundação americana para decifrar os criptogramas, deixados pelo historiador morto, que conduzem à grande descoberta. A decifração conduz-nos à revelação gradual do mistério em torno de Colombo. Entramos assim na parte factual do romance. Tomás descobre que chamamos Colombo ao grande navegador, mas ele, na realidade, não tinha esse nome. O que Tomás vai descobrir é que houve dois Colombos na História. Um chamava-se Cristovam Colom, era um almirante ibérico, versado em matemática, cosmografia e latim e casado com uma portuguesa da alta nobreza. O outro chamava-se Cristoforo Colombo, era um plebeu genovês, um tecelão de seda que nunca foi à escola e que começou a vida de marinheiro aos 14 anos.


Os historiadores italianos dizem-nos que estas duas pessoas eram a mesma. “O Códex 632″ diz que eram pessoas diferentes e mostra porquê. No Século XV, plebeus não casavam com nobres. Se Colom casou com a nobre portuguesa D. Filipa Moniz Perestrelo, aparentada com a família real, Colom não podia ser plebeu, tinha de ser nobre. Ora, os documentos genoveses provam que o tecelão de seda Cristoforo Colombo era plebeu. Consequentemente, Colom não é Colombo. Para além do mais, Colom correspondia-se com genoveses em castelhano aportuguesado. O protagonista não acha isso normal. Se Colombo era italiano por que não escrevia ele em italiano ou no dialecto genovês? Enfim, os indícios são múltiplos e fornecem os ingredientes para um mistério apaixonante.


José Rodrigues dos Santos mistura realidade e ficção de maneira hábil, engenhosa e segura.
"O Códex 632" é um romance que possui histórias paralelas que dão um toque especial à trama. A mais importante delas (pois influi directamente no desfecho do livro) é a da filha do professor Tomás, Margarida, que fica muito doente, quando o pai chega ao fim de sua investigação. E o professor precisa escolher entre a sua filha e a maior descoberta histórica de sua vida.



















A Mena na cozinha

Semi-frio de Mars

Massa:
200 g bolacha torrada ralada
125 g manteiga derretida

Recheio:
2 chocolates Mars
4 gemas
150 g açúcar em pó
250 g queijo fresco Filadélfia
2,5 dl natas
4 folhas de gelatina

Cobertura:
1 lata leite condensado cozido
1/2 dl natas
chocolate derretido


Rale as bolachas.

Misture a bolacha com a manteiga e forre uma forma de tarte com fundo móvel, devidamente untada. Leve ao congelador.

Corte os chocolates mars em cubinhos ou fatias e distribua pelo fundo da tarte.

Bata as gemas com o açúcar. Adicione o queijo Filadélfia à temperatura ambiente. Misture. Bata as natas até ficarem bem firmes e junte-as ao creme. Por fim, acrescente a gelatina devidamente dissolvida. Mexa. Deite o creme de queijo na tarte e leve ao frigorífico para prender.

Numa tigela, bata o leite condensado cozido, junte as natas e mexa. Junte um pouco de chocolate negro derretido e misture com um garfo de modo a obter um efeito marmoreado.









Deite esta mistura sobre o creme de queijo. Leve ao congelador.

Sirva frio. É delicioso!

Desafio/Miminho...




Recebi um miminho desta menina que consiste em responder a algumas questões.

1-O que estavas a fazer há 10 anos?
- Estava a preparar tudo para iniciar um novo ano lectivo;

2- Que coisas tens para fazer hoje?
- Tenho de fazer o jantar e preparar a reunião de Departamente de amanhã. E, se tiver tempo, actualizar o meu blogue.

3- Que aperitivos/comidas gostas?
- Gosto de tudo um pouco. Gosto do que vos tenho vindo a mostrar aqui...

4- O Que farias se ficasses milionária?
- Terminava as obras no meu quintal, fazia a piscina, comprava mais uns móveis e candeeiros que ainda faltam; ajudava a minha família a concretizar alguns sonhos; dava uma parte para o IPO, para investigação ou maquinaria utilizada na luta e na prevenção contra o cancro; ajudaria os mais necessitados.

5- Lugares onde gostavas de viver?
- Gosto de viver aqui, estou dentro e fora da cidades, com vista para o mar, pertinho das mais belas praias do Oeste...

É tudo, agora repasso a todas as meninas que ainda não responderam a este desafio/miminho...


Tabalhinho: colar




O medalhão deste colar é feito com vidro frio, flocos de tinta, tinta acrílica e folha de ouro. Um dia, faço um passo a passo com esta técnica, pois podem fazer-se trabalhos espectaculares.





12 comentários:

artes_romao disse...

Boa noite,td bem?
k bela visita,obrigado...
ainda bem k ja trouxeste o desafio_miminho...
mais um post deveras interessante, só tu...
p mostrares informaçao deste tipo, mt importante.
o colar ficou um espanto, tb vindo de ti,hehe...
so espero destes acessórios fantásticos.
fika bem,jinhos***

Feltro em casa disse...

Oi Mena
Obrigada pelo mimo!!!
Respondi as perguntinhas....e já chorei por causa do doce que tu fez e eu não comi...aqui não tem chocolate Mars (snif...)
Beijo
Malú

Cadinho RoCo disse...

O livro citado no início da publicação parece ótimo. Belo trabalho artesanal.
Cadinho RoCo

Sonia Facion disse...

Oi Mena!!!

Deve ter sido muito chato ler esse livro na bela praia, rsrsrs....

Tudo de bom !!!

Lindo colar, eu aprecio por demais esses tipos de colar mais arrojados.

Bjknhas

Sonia

Chocolate disse...

olá Mena!
obrigada pelo desafio, já respondi no meu cantinho.
beijinhos!

Meus Netos Minha Fortuna disse...

Querida Mena
Hoje tenho onde deixar mensagem!

Primeiro quero agradecer-te a tua simpática visitinha e as ternurentas palavras deixadas a esta vóvó babada...ainda ando nas nuvens!...
Obrigada querida amiga.

Agora quero dizer-te que também adorei ler o Codex...não te sei explicar porquê..mas gosto muito do José Rodrigues dos Santos.

O teu colar está muito bonito e fora daquilo que tens feito!

Mas minha querida, quando vejo o video a passar em baixo...e vejo as coisas que tua vóvó te deu...que "raiva".....!


Beijinhos minha querida
Gosto muito de ti.
Cassilda

caloca disse...

Sempre, sempre coisas bonitas e úteis tal como nos habituou. Passe no meu cantinho, tenho um desafio para si.
Jinhos
Armanda

sweetie Mafalda disse...

Oi Mena,

não tenho conseguido deixar comentários no teu blog, não sei o k se passa!!!
Gostei muito do colar!!!
Bjs
Mafalda

mfc disse...

Há enigmas, que por isso mesmo, persistem.
Os doces...ái os doces!

Siry disse...

Que linda praia, adorei nas areias desta bela praia.
Belho trabalinho de colar.
Tenho un blog so pra manualidades, tenho alguns trabvalinhos nele.

Perdoa o meu mal portugues, non escribo como quiser.

Beijinhos

Cor de Mel disse...

Olá Mena,
Linda praia esta que nos mostra hoje!
Já li o livro, adorei e recomendo vivamente.
Quanto ao colar, acho-o magnífico e gostava muito de ver o passo a passo.
Mena na Cozinha...
Minha amiga, que bomba calórica e que aspecto delicioso...
Um grande beijinho e continuação de óptima semana,
Lia.

Carolina disse...

Oi querida! Td bem?
Parabéns pela as artes aqui expostas...
Passe lá no meu cantinho tem um miminho pra você...

Uma breve passadinha para desejar um Maravilhoso Fim Dde Semana
Bjs "Delicate Girl"