sexta-feira, 30 de Janeiro de 2009

A Epopeia de Luís de Camões


A epopeia clássica

Camões escreveu Os Lusíadas sob a forma de narrativa épica ou epopeia, forma muito utilizada na Antiguidade Clássica e que Camões conhecia bem.


Definição de epopeia

Uma epopeia, forma literária da Antiguidade Clássica, define-se como uma narrativa, estruturada em verso, que narra, através de uma linguagem cuidada, os feitos grandiosos, de um herói, com interesse para toda a humanidade.

Aristóteles, filósofo grego que viveu durante o séc. III a. C., descreveu os requisitos necessários à composição de uma epopeia:

· Protagonista = Herói


· Acção
-unidade
-variedade
-verdade
-integridade


· Narração in medias res


· Intervenção do maravilhoso/sobrenatural


· Estrutura externa: Narrativa em verso


· Estrutura interna:
- proposição
- invocação
- dedicatória
- narração


· Inserção de considerações do poeta no texto

A epopeia de Luís de Camões

Ao analisarmos Os Lusíadas, e depois de conhecermos os elementos constituintes de uma epopeia, concluímos que Camões segue, em muitos aspectos, o modelo clássico apresentado.

Protagonista – O herói d’ Os Lusíadas é um herói colectivo e não individual, como nas antigas epopeias. O povo português é o protagonista desta epopeia, “o peito ilustre lusitano”, simbolicamente representado por Vasco da Gama, que, ao narrar a historia da pátria ao rei de Melinde, revela a heroicidade do seu povo.

Acção A acção d’ Os Lusíadas é plena de heroísmo, pois narra a descoberta do caminho marítimo para a Índia, um acontecimento com interesse universal. A acção d’ Os Lusíadas apresenta quatro qualidades:



- unidade: é um todo harmonioso, todos os factos estão intrinsecamente ligados;

- variedade: apresenta grande variedade de episódios: mitológicos, bélicos, líricos, naturalistas e simbólicos;

- verdade: o assunto é quase na totalidade real, com alguns momentos de verosimilhança;

- integridade: a narrativa pode ser dividida em três momentos determinantes – introdução ( Canto I, estrofes 1 a 18), desenvolvimento ( Canto I, estrofe 19, a Canto X, estrofe 144) e conclusão (Canto X, estrofes 145 a 156).

Narração – In medias res (a meio da acção)

No inicio da narração (estrofe 19, Canto I), a acção apresenta-se numa fase adiantada, in medias res –“Já no largo Oceano navegavam”; mais adiante, através de uma analepse, narram-se os preparativos da viagem, as despedidas em Belém, o discurso do Velho do Restelo e a partida para a Índia (Canto IV).

Maravilhoson’Os Lusíadas há intervenção de entidades sobrenaturais pagãs, os deuses venerados na civilização greco-latina, que favorecem os portugueses – adjuvantes, como Júpiter e Vénus – ou os que prejudicam – oponentes, como Baco, que se revela o principal opositor dos marinheiros. Trata-se do maravilhoso pagão.

Há também súplicas feitas a Deus, à “Divina Providência”. Trata-se do maravilhoso cristão.

Estrutura InternaOs Lusíadas dividem-se em quatro partes:


- Proposição: o poeta expõe os seus objectivos (Canto I, estrofes 1 a 3);

- Invocação: Camões pede inspiração às Tágides (ninfas do Tejo) (Canto I, estrofes 4 e 5);

- Dedicatória: o poeta dedica a sua obra ao rei D. Sebastião (Canto I, estrofes 6 a 18);

- Narração: a acção é iniciada in medias res (Canto I, estrofe 19 até ao fim).

Estrutura ExternaQuanto à estrutura externa, o poema está dividido em dez cantos, com o total de 1102 estrofes. As estrofes são oitavas, os versos são decassilábicos. Predominando o verso heróico. A rima é cruzada nos seis primeiros versos e emparelhada nos dois últimos: abababcc.

Considerações do Poeta Camões faz algumas intervenções na narrativa, sobretudo no início e no final dos Cantos, mas são reduzidas.


A Mena na cozinha

Bacalhau com Coentros

300 g de batata frita palha
azeite
2 cebolas
6 dentes de alho
3 postas de bacalhau demolhado
2 colheres de sopa de farinha
6 dl de leite
sal
pimenta
noz moscada
4 colheres de sopa de coentros picados
100 g de queijo ralado em fios


Corte as cebolas e os alhos em rodelas finas e leve a cozer em azeite. Retire as peles e espinhas ao bacalhau, embrulhe num pano e esfregue para desfiar. Junte o bacalhau à cebolada e deixe estufar um pouco.

Polvilhe com a farinha, mexa e regue com o leite. Tempere com sal, pimenta e noz-moscada e deixe cozer, mexendo, até engrossar um pouco. Junte os coentros picados e metade do queijo em fios e misture com a batata frita.

Deite num tabuleiro previamente untado com azeite, polvilhe com o restante queijo e leve a gratinar no forno.



Acompanhe com salada.



Desafio e prémio


Este prémio foi-me oferecido por esta menina simpática. Obrigada!


SETE PECADOS CAPITAIS

A Sónia desafiou-me, assim aqui ficam as…

Minhas respostas:

Gula - Gosto de comer, quando tenho fome. Logo este pecado não tenho: “como para viver, não vivo para comer”. A gula representa também o desejo insaciável do ser humano de ter sempre mais do que já tem e precisa.

Avareza – Este pecado não tenho também, talvez o contrário: não ligo muito para o dinheiro, basta-me ter o suficiente... "A quem dá liberalmente, ainda se lhe acrescenta mais e mais; ao que retém mais do que é justo, ser-lhe-á em pura perda."

Inveja – Coisa feia: a inveja. Não tenho. A palavra inveja tem origem no étimo latino "invidere" que significa "não ver".

Ira – Por vezes, muito raramente, só quando me tiram do sério, mesmo! Mas também passa depressa.

Soberba - O termo provém do latim superbia. É um sentimento negativo caracterizado pela pretensão de superioridade sobre as demais pessoas. E não, não sou! Puxa, estou quase me sentindo um “anjinho”.

Luxúria - A luxúria é o desejo passional e egoísta por todo o prazer sensual e material. Consiste no apego aos prazeres carnais, corrupção de costumes, sexualidade extrema, lascívia e sensualidade. O que é de mais, enjoa!

Preguiça – O caminho dos preguiçosos é cheio de obstáculos, ao passo que o do diligente não tem quaisquer embaraços.” (Franklin , Benjamim) Preguiçar um pouquinho, até que nem é mau de todo, mas tudo com conta, peso e medida!


Passo o desafio a todas as meninas e meninos que quiserem responder. Vou, pessoalmente, convidar-vos! Esperem, então, pela minha visitinha!


Trabalhito: mala para criança




14 comentários:

Sonia Facion disse...

Oi Mena

Como sempre até nas respostas do desafio, tu es cultura.

obrigada por dividi-la conosco.

Bom fim de semana.

Bjknhas

Sonia

Chocolate disse...

oi querida! vim desejar bom fim de semana. gostei muito da mala! beijinhos!

mfc disse...

Huummm... mais um bacalhauzinho!
Como se diz na minha terrinha... "malhava já"!

Quanto aos pecados discordo de ti quanto à preguiça.
Sinceramente acho que é uma virtude!

Habiba disse...

que linda que ficou a malinha!
Beijinhos e bom fim de semana

∂αиι тαναяєѕ =') disse...

Oi!!

Obrigada pelo prémio e desafio!! Já postei no blog!!

Adorei as tuas respostas: sempre com sabedoria!! ;)

Mais um post super fantástico, com de tudo um pouco!! ^.^

Beijinho *

Mellanie Evelyn disse...

Adorei tudo Mena.
Gosto muito de Camões... a mala para criança está show... linda!
E o desafio eu achei muito legal, vou postar no meu blog.
Obrigada pelo selinho também!
Bom domingo!
Beijus!

Brunette disse...

Olá Mena!
Muito obrigada pela mensagem de parabéns e pelo desafio. assim que puder, publico-o. A malinha está muito engraçada.
Bjos e continuação de bom domingo.

artes_romao disse...

boa tarde,td bem?
esta epopeia esta mt gira...
o prato de bacalhau bem comento,hhehe...
tem um belissimo aspecto,ja respondi...lol.
a mala esta um encanto.
agradeço o desafio.
fika bem,jinhos***

Eunice Martins disse...

OLA AMIGA MUITO OBRIGADA PELO MIMO E POR TER LEMBRADO DE MIM,ADOREI A RECEITA E A BOLSA,

Andei por vários lugares...
Encontrei pessoas maravilhosas;
que me fizeram sorrir!
Perdi e venci, errei e aprendi!
Passei por várias coisas...
decepções e alegrias,
mas nada foi como Você.
Você sempre esteve presente,
calada ou não, sempre estava ao meu lado
e o melhor de tudo é que encontrei em você
uma eternidade e a certeza de uma grande amizade!
Caminhando sempre juntas, eternamente amigas...

De uma pessoa que te ama!!!!!!!!!

Desejo uma semana cheia de muitas benções.
BEIJOS COM CARINHO.

ShiningMoon disse...

Olá!
Obrigada pelo convite para participar neste desafio!
E obrigada também pelos troféus!!
Bjitos e boa semana.

wilma disse...

Olá, Mena.
Obrigada pelo selinho!
A bolsa infantil ficou um mimo...
Esse bacalhau parece divino!! hummm
Vou copiar essa receita.
Bjoss

Marilú disse...

Olá Mena!!!
Vim dar uma olhadinha nas novidades e te desejar uma linda semana.Postei em meu blog um email que me enviou...obrigado.
Bjssssss
Marilú

Anjo Negro disse...

olá mena

olha que interessante Camões =)
como eu estudei isso e como ninguém esperava que ele sai-se no exame nacional... e não é que saiu mesmo. eu bem estudi para ter um boa nota, mas la fiquei com o meu 12.8 que não é nada mau.. acabei português com 14 de media.. sei que não escrevo muito bem, mas estudava muito e fazia os trabalhos todos.

bjs =)

Habiba disse...

Ola!
Tenho um desafio no meu blog no qual tu podes participar... passa por lá, podes ser a vencedora!
Beijinhos
Ângela