quarta-feira, 21 de janeiro de 2009

Os Géneros narrativos: a Novela


Os Géneros Narrativos: a Novela


A novela pertence, como o Conto e o Romance, à categoria das Narrativas de Ficção.

A novela é um género literário cujas fronteiras não estão muito bem definidas, misturando-se, por vezes, com o Conto ou com o Romance. De vez em quando, encontramos novelas apelidadas de contos; mas o mais usual é vermos romances qualificados como novelas ou novelas com a designação de romances.

Olhando o quadro apresentado na sessão anterior, concluímos que é relativamente fácil distinguir os três géneros narrativos. Mas, e se uma novela se prolonga um pouco mais? E se aprofunda melhor duas ou três personagens? E se o romance for curto, tendo em conta o tamanho médio dos romances, mas se se debruçar primordialmente sobre uma acção, mesmo que analise profundamente as suas personagens principais? Nestes casos, a fronteira torna-se tão ténue que é necessário comparar e analisar todos os aspectos do texto antes de o arrumar num compartimento. Logo, não basta apenas verificar superficialmente o tamanho, o número de acções e de personagens para classificar um texto. Curiosamente e para dificultar ainda mais esta situação delicada, as línguas ocidentais diferem no termo a empregar. Assim, ao que nós chamamos 'romance' e os franceses ‘roman’, os espanhóis chamam 'novela' e os ingleses 'novel'.

Apesar das raízes da sua criação remontarem à Antiguidade Clássica, a novela só nasceu de facto durante a Idade Média. As primeiras novelas, novelas de cavalaria, surgiram para satisfazer um público desejoso de aventuras (por exemplo, A Demanda do Santo Graal narra as inúmeras aventuras que os vários cavaleiros do Rei Artur enfrentaram na busca do Santo Graal) e foram seguidas pelas novelas sentimentais e bucólicas (Menina e Moça, em que duas personagens femininas, para mitigar as suas próprias mágoas amorosas, se dedicam a contar histórias de amores trágicos, envolvendo damas e cavaleiros num ambiente de bosques e pastores.

Após o período medieval e renascentista, a novela caiu no esquecimento, ressurgindo de novo no século XIX, altura em que o público burguês procurava uma leitura leve, de entretenimento. Surgiram, então, a novela picaresca, a novela histórica e a novela policial e de mistério. Na novela histórica, típica do período romântico do século XIX, destacou-se o autor Walter Scott, enquanto escritores como Conan Doyle e Agatha Christie, entre muitos outros, se distinguiram na novela policial e de mistério.

A novela picaresca será, talvez, a herdeira mais directa da novela sentimental e bucólica medieval: perderam-se os motivos campestres e pastoris (embora os autores românticos do início do século XIX ainda os tenham aproveitado), mas manteve-se o tema amoroso. Este tipo de novela teve tanto sucesso que rapidamente se diversificou, buscando novas formas de apresentação: no século XIX, fazia-se publicar em folhetins ou como se de pequenas crónicas se tratasse, em jornais; com a chegada do rádio, adquiriram a forma de novelas radiofónicas; com o aparecimento da televisão, reformularam-se em novelas televisivas, mais comummente conhecidas como telenovelas.

Concluindo, o que é afinal uma novela? Uma narrativa que se foca na acção (que pode ou não ter um cariz fundamentalmente sentimental). Para além disso, todas as acções contribuem para a conclusão da acção central, que deverá pôr um ponto final em todas as intrigas que entretanto foram exploradas. As personagens, cujo número varia grandemente, dependendo do número de acções, são geralmente planas. O espaço é mais explorado que no conto, permitindo um maior envolvimento do leitor, e o tempo tende a prender-se num presente constantemente actualizado, de modo que o leitor se defronta sempre com a acção a decorrer no aqui e agora.



A Mena na cozinha

Pudim Flan

6 ovos

0,5 l de leite

6 colheres de sopa de açúcar

1 pau de canela

1 casca de limão

1 colher de chá de farinha Maizena


Caramelo:

200 g de açúcar louro

2 colheres de sopa de água



Ponha o leite ao lume com o pau de canela e a casca de limão. Deixe ferver. Bata os ovos inteiros com o açúcar e junte o leite em fio, mexendo sempre (para não cozer os ovos). Faça o caramelo dentro da forma: coloque o açúcar e a água e leve ao lume, mexendo sempre até “queimar” um pouquinho. Barre a forma, utilizando a colher e fazendo girar a forma. Deite a mistura anteriormente preparada na forma de pudim barrada, tape-a e leve a cozer em forno médio, em banho-maria, durante 40 a 45 minutos. Retire a forma do forno, deixe arrefecer e desenforme o pudim só depois de bem frio. Sirva com o caramelo que fica da cozedura.
Também pode cozer o pudim na panela de pressão: coloca-se um pano molhado e dobrado no fundo da panela e cobre-se com dois cm de altura de água e introduz-se a forma de pudim tapada, fecha-se a panela e leva-se a lume moderado 10 a 12 minutos. Retira-se a pressão e depois a forma da panela. Desenforma-se depois de frio.


Bom apetite!



Trabalhinho: colares



Desafio

Reflexões


Este desafio pretende levar-nos a reflectir sobre as coisas que nos tocaram, os acontecimentos (bons ou maus) que vivemos e que nos ajudaram a crescer interiormente e não só... Recebi este desafio da Sabrith e, como não pude publicá-lo de imediato, vou dar continuidade a tão salutar brincadeira, agora!

QUATRO TRABALHOS QUE TIVE EM MINHA VIDA:


1- Professora no Bombarral
2- Professora em Óbidos
3- Professora em Rio Maior
4- Professora nas Caldas da Rainha

(nunca tive outra profissão)

QUATRO LUGARES ONDE VIVI:

1- Em casa da minha mãe em Alvorninha
2- Em casa da minha mãe nesta cidade
3- Nas minhas duas casas no Avenal
4- Na minha casa actual no Vale do Coto

(não estou a contar com os lugares onde “morei” em períodos de férias, mas aqueles em que morei mesmo.)

QUATRO LEMBRANÇAS BOAS:

1- O meu avô (que me fazia vibrar e arrepiar com as suas inúmeras histórias de lobisomens e diabos)
2- As histórias inventadas pela minha mãe que me levavam a países encantados com príncipes e princesas, com animais que falavam, rios que cantavam, pedras que murmuravam…
3- O nascimento dos meus filhos (embora o parto da minha filha tenha sido algo traumático)
4- O meu primeiro beijo (e os outros também!)


PROGRAMAS DE TV QUE ASSISTIA QUANDO CRIANÇA:

1- O Franjinhas
2- Pipi das meias altas
3- A visita da Cornélia
4- Bip Bip


PROGRAMAS DE TV QUE ASSISTO:

1- Telejornais, Prós e Contras, Grande Entrevista.
2-
Conta-me como foi, Equador...
3- Os programas do Gato Fedorento e dos Contemporâneos.
4- CSI,Prison Break, Heroes…


QUATRO LUGARES EM QUE ESTIVE E QUERO VOLTAR:

Nunca penso em voltar a lugares em que já estive, porque acabo sempre, por isto ou por aquilo, por lá regressar. Prefiro pensar em locais que gostaria de visitar.


QUATRO FORMAS DIFERENTES QUE ME CHAMAM:

1- Meninha (só a minha mãe é que me chama assim)
2- Mena
3- Filó
4- Maria (o meu irmão Luís chama-me quase sempre assim)


QUATRO PESSOAS QUE ME MANDAM E-MAIL QUASE TODOS OS DIAS:

1- Manuela
2- Helena
3- Familiares
4- Filomena


QUATRO COMIDAS FAVORITAS:

1- Qualquer comidinha da mamã
2- Picanha e qualquer prato de bacalhau
3- Peixe (salmão, cavala, robalo, cherne…)
4- Carne de porco à alentejana, migas, saladas…


QUATRO LUGARES EM QUE DESEJARIA ESTAR AGORA:

1- Sinto-me bem aqui, à lareira a ver o lume crepitar, tão quentinha com o maridão e os filhotes.
2- Nos Açores
3- Num cruzeiro à Madeira
4- Em Macau


AMIGOS QUE CREIO QUE ME RESPONDERÃO:

1- mfc
2- Sónia

AMIGOS QUE ACHO QUE NÃO ME RESPONDERÃO:
Todos os meus amigos que, apesar de lerem o que escrevo, não têm blogue.

ESPERO QUE ESTE ANO DE 2009 EU POSSA:

1- Continuar a ser feliz
2- Continuar a ter saúde
3- Continuar a acompanhar e a ver crescer os meus filhos (a todos os níveis)
4- Continuar a gostar da minha profissão, dos meus alunos


Quem quiser continuar esta brincadeira, além do MFC e da Sónia, está à vontade...

13 comentários:

mfc disse...

Olá Mena

Não podia recusar...
Gostei que me tivesses convidado e tive muito prazer em responder.
Sai hoje à meia noite lá no Pé...
Acho que vais gostar de ler... pelo menos tanto quanto gostei do teu.
Um grande beijo.
Manel

Chocolate disse...

oi querida! que giro o desafio! quando eu puder respondo! beijinhos e continuação de boa semana!

wilma disse...

Obrigada por me convidar à responder à esse meme.
Esse pudim me deu água na boca!
bjoss

Ana Dell' Aquila disse...

Olá Mena!

Que lindas jóias você faz... as receitas também são de dar água na boca! Obrigada pela visita em meu blog!

Bisous...

cg disse...

Olá,
Tudo muito giro!
Espreita as novidades do nosso blog. Até temos camisolinhas para cães...Muito originais!

PreDatado disse...

Valeu a pena a visita. Aprendi, cresceu-me água na boca, cusquei um pouco de si e ainda lhe apreciei os dotes artesanais.

beatriz disse...

hola perdona por la tardanza,ya me lo llevo...besos

Brunette disse...

Olá!
Ainda não tive oportunidade para publicar o desafio dos livros... o tempo escasseia e, com este temporal, o servidor da rede já foi abaixo muitas vezes. Assim que puder, coloco-o no meu blog. Em relação a este desafio, já o publiquei há algum tempo (e, na altura, também o passei à Mena); é engraçado verificar que temos alguns gostos em comum (para além da profissão)!
bjos

∂αиι тαναяєѕ =') disse...

Oi Mena!!

Mais uma aulinha?? Que giro :)

Olha, adorei os vídeos que hoje colocas-te! Lindos!!

Também esse pudim deu-me a volta ao estômago!! Já ia pela boca abaixo!! ;)

Gostei dos novos colares!

Quanto ao desafio, já publico, ok? Adorei-o, é tão grande mas divertido!

Beijinho!!

=')

Sonia Facion disse...

Oi Mena!!!

Obrigada pelo desafio, logo postarei.

Estava viajando, voltei hj e já estou indo novamente.

Prá semana eu posto o desafio.

Bjks e boa semana.

Sonia

Habiba disse...

Ola Mena... que bom aspecto tem o teu pudim e que lindos os novos trabalhinhos!
Beijinhos e bom fim de semana

artes_romao disse...

boa tarde,td bem?
k belas novidades....
esta td um encanto.
gostei mt deste desafio...
assim k tenha algum trmpo, irei responder...obrigado.
fika bem,jinhos***

Sonia Facion disse...

Mena, deixei um MEME pra vc no meu blog de mimos.

Bjks e uma linda semana.

Sonia