quarta-feira, 29 de abril de 2009

Uma noite de luz

8 de Abril - à noite


Ao jantar

A aventura continua, os onofrinhos em todo o lado faziam uma festa.

Todos a olhar para a televisão

A onofrinha mais nova

Depois de jantar, fomos dar uma volta por Paris: Champs Elysées, Arc de Triomphe, Tour Eiffel, Moulin-rouge et La Défense.

"Professora, parece que aqui é sempre Natal! Tudo iluminado, é só luz e mais luz!"
"Estamos na cidade luz, não é?"

Champs-Élysées, alameda com inúmeros cinemas, cafés e lojas de artigos de luxo, é considerada a mais bela avenida de Paris. O nome refere-se aos Campos Elísios, o reino dos mortos na mitologia grega, o lugar dos infernos, onde jaziam as almas virtuosas.
A avenida tem 71 metros de largura por 1,9 km de comprimento, começa na Place de la Concorde, junto ao Museu do Louvre e aos Jardins das Tulherias e termina na praça Charles de Gaulle, onde está o Arco do Triunfo. O prolongamento para noroeste na direcção do Grande Arco de La Défense é efectuado pela Avenida de La Grande Armée.

L’ Arc de Triomphe


A construção deste monumental arco de 50 metros de altura foi ordenada por Napoleão Bonaparte em 1806 para celebrar a sua vitória em Austerlitz.
Inspirado nos arcos triunfais romanos, encerra na sua estrutura os nomes de 128 batalhas e 558 generais napoleónicos. Na sua fachada podemos admirar os baixos-relevos carregados de simbolismo patriótico.
Quase todas as paradas, desfiles, comemorações ou protestos em Paris iniciam-se ou terminam sob o Arco do Triunfo.
A partir de 1920, o Arco do Triunfo abriga também as cinzas do soldado desconhecido, como lembrança das sangrentas batalhas da Primeira Guerra Mundial.
O cimo do arco propicia-nos uma vista esplendorosa.


A Torre Eiffel é uma torre de ferro, construída no Campo de Marte ao lado do Rio Sena, em Paris. A torre tornou-se um ícone mundial da França e uma das mais conhecidas estruturas do mundo.

Inaugurada em 31 de Março de 1889, a Torre Eiffel foi construída para honrar o centenário da Revolução Francesa. O Governo francês planeou uma Exposição Mundial e anunciou uma competição de design arquitectónico para um monumento que seria construído no Champ de Mars, no centro de Paris. Mais de cem designs foram submetidos ao concurso. O comité do Centenário escolheu o projecto do engenheiro Gustave Eiffel (1832-1923), de quem herdaria o nome. A torre tornou-se, então, na estrutura mais alta do mundo, construída pelo homem, com 317 metros de altura e 7 300 toneladas. Actualmente deve passar das 10 000 toneladas, já que abriga restaurantes, museus, lojas, entre muitas outras estruturas que não possuía na época de sua construção.


Quando o contrato de vinte anos do terreno da Exposição Mundial (de 1889) expirou, em 1909, a Torre Eiffel era para ser desmantelada, mas o seu valor como antena de transmissão de rádio salvou-a. Os últimos vinte metros desta magnífica torre são a antena de rádio que foi adicionada posteriormente.

A torre é visitada anualmente por 6,9 milhões de pessoas.


Moulin Rouge é um cabaret tradicional, construído em 1889 por Josep Oller, que já era proprietário anteriormente do Paris Olympia. Situado na zona de Pigalle no Boulevard de Clichy, ao pé de Montmartre, em Paris. No terraço do edifício está implantado um grande moinho vermelho. O Moulin Rouge é um símbolo emblemático da noite parisiense da boémia.

O Moulin Rouge há mais de cem anos que é um lugar de "visita obrigatória" para muitos turistas. Este cabaret continua a oferecer, na actualidade, uma grande variedade de espectáculos para todos aqueles que querem evocar o ambiente boémio da Belle Époque.


La Défense ( de que já falei)


Um passeio pelo Sena em "bateau- mouche"



Bateau-mouche (barco-mosca) é um tipo de embarcação desenhada para servir como plataforma de visita turística, navegando em águas abrigadas (rios), em que o convés superior é aberto ou tem uma cobertura transparente, para os passageiros poderem apreciar a paisagem.

Estas embarcações podem servir refeições, organizar festas e normalmente têm um guia (ao vivo ou em gravação) que vai descrevendo aos passageiros aquilo que estão a ver.


Os onofrinhos adoraram esta viagem pelo rio Sena, apesar da chuva miudinha que teimava em cair. Esta não conseguiu estragar-nos a festa, só algumas fotos. Por vezes, dava-nos uns momentinhos de folga:

"Bem a chuva está mesmo a gozar com a nossa cara! Vou para dentro, deixa de chover! Venho para fora, desata a borrifar-me."




















A Mena na cozinha

Entrada de queijo com brócolos


tostas
250 g de brócolos
sal
pimenta
2 colheres de azeite
1 gema de ovo
50 g de queijo da ilha ralado

Coza os brócolos em água temperada com sal. Escorra-os e triture-os juntamente com o azeite.
Se for necessário, adicione um pouco da água de cozer os brócolos para o creme não ficar muito espesso.
Junte a gema e bata. Leve ao lume para cozinhar. Acrescente o queijo da ilha ralado (em fios) e mexa até derreter completamente. Tempere a gosto com sal e pimenta.

Deite o creme numa taça e deixe arrefecer. Sirva com as tostas.
Bom apetite!

Esta receita verde esperança é a minha resposta ao desafio da Mary.

Trabalhinho:

Adereço para o cabelo


Miminho

Este miminho foi-me oferecido pela EELLEENN. Obrigada, amiga!

14 comentários:

Mary disse...

Mena, que entrada tão original!
Com sou fã de brócolos e queijo, tenho que testar esta delícia!
Uma participação green, fantástica! :)

gasparzinha disse...

Com muita "luz" e muito verde, que belo post!
A miha última viagem para fora do país foi precisamente a Paris, cidade que sempre deixa saudades...
:)

RUTE disse...

Finalmente Mena!

Pensava que não ias participar no dia Verde. Hummm este paté deve ser delicioso! Nunca comi paté de broculos mas pelos ingredientes acho que vou gostar imenso.

Outro assunto: Deixaste no meu blog a indicação que tinhas um selo para mim, mas depois vim cá e nos selos não encontrei o meu nome. Não tem importância nenhuma mas deves ter feito confusão, Mena.

Um grande beijinho e continuação de boa viagem.

Mena disse...

Olá!
Os miminhos que não têm qualquer indicação são para todos os que me visitam ou para aqueles em que deixo recados nos respectivos blogues, por isso podes levar todos os dos últimos posts.
Bj
Mena

~*Rebeca e Jota Cê *~ disse...

Mena,

Sua alegria contagia, suas comidas engordam nossos olhos e seu carinho é muito sentido.

Adoro essas suas comidas...afffff!

Passa lá depois e confere:

http://selospremiosmimos.blogspot.com/

Beijo grande, estou levando o mimo.

Rebeca

-

Sonia Facion disse...

Mena, estas a me acostumar muito mal, com esses convites, hehehe....

Aí que delicia!!!!

Brigadinha pelo mimo.

Sonia

artes_romao disse...

boa noite,td bem?
bem, n tenho palavras p esta viagem, foi mesmo em grande...
parabens.
agradeço imenso tb o selo, é mesmo delicioso.
o trabalhinho está mt fofo.
fika bem,jinhos***

Maria Cusca disse...

Olá amiga, a vossa companhia é óptima.
Adorei tudo, mas o que mais me encantou, foi o passei no sena.
Foi francamente delicioso.
E terminar a noite no Moulin rouge, com o travessão da Mena a prender-me os cabelos.
Só estive à espera que me servissem uma entradinha de queijo com bróculos, mas isso não aconteceu.
Se a quiser comer tenho eu que fazê-la.
Jinhos amiga, fico a aguardar o resto do passeio

Cadinho RoCo disse...

Que delícia passear por Paris.
Cadinho RoCo

Brunette disse...

Olá!
Encantadora esta parte da viagem... as tuas palavras e fotos revelaram bem a magia que emana da noite parisiense!
Há selinhos e desafios no meu blogue para ti. Também já coloquei os que foste passando.
Bjos e aproveita o feriado e o Dia da Mãe!

Eunice Martins disse...

OLA MINHA QUERIDA QUE LINDAS IMAGENS, NÃO SEI SE JÁ DISSE PARA VOCÊ QUE MEU PAI ESTA EM FRANÇA, ADOREI A RECEITA E O TRABALHINHO QUANTO AO MIMINHO MUITO OBRIGADA DE CORAÇÃO,JÁ O LEVO COMIGO.

As palavras que me chegam são formas ocultas de desvendar os olhos profundos da amizade;
Inflamada pela sublime e pura inspiração de escrever para uma pessoa que com certeza pode ajudar-me a decifrar esses mistérios da poesia;
A poesia para mim é como o ar que respiro;
Através da poesia sinto-me mais perto de ti amiga;
Através desse encontro formamos um grande laço;
Através desse laço forma-se um belo jardim;
Nesse jardim acabei encontrando pétalas;
Pétalas que encontrei um tesouro muito valioso e brilhante;
Dentro delas encontrei a nossa linda amizade;
Grata permaneço por ela existir;
Sinta o brilho do seu interior;
Pois para mim não existe nada tão importante como a nossa amizade sem fim;
E obrigada por ser essa amiga tão querida e especial !!!
DEDEJO UM BOM FIM DE SEMANA.
BEIJOS COM CARINHO.

Mona Lisa disse...

Continuei a minha viagem! Estou a adorar!

Desta vez não almocei...a entrada não me cativou.
Acho que foi Joe Dassin...que me tirou o apetite!!!
Amei recordá-lo...retornei à minha juventude.

Bjs.

APO (Bem-Trapilho) disse...

bemmm eu continuo de boca aberta com a vossa viagem! que fantástica experiencia vcs proporcionaram a esses alunos! fantástico mesmo! :)
adorei tb o ganchinho de cabelo.
bjokas amiga!

Maria Bettencourt Lemos disse...

Olá Mena,
Tenho mais uma vez que lhe dar os Parabéns pela pessoa fantástica que é e como Docente é de louvar...
Parabéns pelas novas publicaçóes e desejo-lhe tb um DIA DA MÃE especialmente FELIZ!
Um abraço,
Maria Lemos