sábado, 25 de julho de 2009

O professor


Enviaram-me este texto e não resisti... publiquei-o!...

O engraçado é que já ouvi muita gente dizer o que aqui foi tão bem dito por Jô Soares!



O professor segundo Jô Soares


É jovem, não tem experiência.
É velho, está superado.
Não tem automóvel, é um pobre coitado.
Tem automóvel, chora de "barriga cheia”.
Fala em voz alta, vive gritando.
Fala em tom normal, ninguém escuta.
Não falta ao colégio, é um “Adesivo”.
Precisa faltar, é um “turista”.
Conversa com os outros professores, está “malhando” nos alunos.
Não conversa, é um desligado.
Dá muita matéria, não tem dó do aluno.
Dá pouca matéria, não prepara os alunos.
Brinca com a turma, é metido a engraçado.
Não brinca com a turma, é um chato.
Chama a atenção, é um grosso.
Não chama a atenção, não se sabe impor.
A prova é longa, não dá tempo.
A prova é curta, tira as hipóteses do aluno.
Escreve muito, não explica.
Explica muito, o caderno não tem nada.
Fala correctamente, ninguém entende.
Fala a “língua” do aluno, não tem vocabulário.
Exige, é rude.
Elogia, é debochado.
O aluno é retido, é perseguição.
O aluno é aprovado, deitou “água-benta”.
É! O professor está sempre errado, mas,

se conseguiu ler até aqui, agradeça a ele.


Trabalhinhos:


D. Afonso Henriques de espada em riste, tal grande conquistador, atento a qualquer investida do mauro inimigo. As muralhas, que se vêem atrás, pertencem ao Castelo de Óbidos.

Estas t-shirts fazem parte de uma colecção que pintei para a Feira Medieval que decorre em Óbidos.

Mercado Medieval de Óbidos


Todos os anos, desde 2002, Óbidos faz uma viagem ao passado. O Mercado Medieval é, sem dúvida, o maior dos eventos de Óbidos.

Os visitantes entram na História e juntamente com a bela vila de Óbidos regressam ao tempo dos reis e das rainhas. O lindo e majestoso castelo é o cenário, por onde deambulam centenas de actores e figurantes, vestidos à época. Cruzamo-nos com reis, rainhas, príncipes e princesas, feirantes, almocreves, malabaristas, bailarinas, jograis, músicos, lutadores, nobres, mendigos…

Os artesãos mostram ao vivo a sua arte: tecem, pintam, bordam... e vendem, claro está, os seus produtos. Os visitantes compram trajes da época, sapatos, coroas de flores, jóias, chás e mezinhas… Se a fome apertar, têm à sua disposição mil tasquinhas com petiscos vários, bebidas e os tradicionais doces conventuais. No fim, pode sempre saborear uma ginjinha dentro de um copinho de chocolate.

Os espectáculos sucedem-se cheios de cor e de música. Os visitantes podem assistir também a episódios burlescos, escaramuças com guerreiros, batalhas, lutas, danças…

Este evento termina dia 26 de Julho, se ainda não foi, apresse-se!

Deste evento e desta vila, já vos falei aqui.



A Mena na cozinha

Bacalhau com natas

3 postas de bacalhau
1 folha de louro
2 cebolas
2 dentes de alho
1 dl de azeite
400 g de batata palha
4 dl de natas
2 dl de molho bechamel
1 dl de água de cozer o bacalhau
1 ramo de coentros
pão ralado
sal
pimenta

Coza o bacalhau com água e a folha de louro, durante 5 minutos.
Descasque as cebolas e os dentes de alho, Corte as cebolas em meias-luas e os alhos às rodelas.
Leve um tacho ao lume com a cebola, os alhos e o azeite e deixe refogar.
Quando a cebola estiver douradinha, retire do lume e reserve.
Escorra o bacalhau e limpe-o de peles e de espinhas e lasque-o. Junte-o ao refogado...

... e a batata palha. Adicione as natas, o caldo do bacalhau e o molho bechamel, envolva bem...

... e acrescente os coentros picados. Tempere com sal e pimenta.
Deite para um pirex,

... polvilhe com pão ralado e leve ao forno, a 200º, até ficar douradinho.

Retire do forno e sirva decorado com uma boa salada.

Bom apetite!

Miminho

Este lindo ramo foi-me oferecido por esta linda menina! Aqui fica para levarem e enfeitarem os vossos cantinhos.

18 comentários:

Noah disse...

Muito obrigada Mena.
És uma pessoa muito gentil e carinhosa.
Muito agradecida.
Fiquei curiosíssima com o festival de Óbidos, ficarei atenta para o próximo ano.

Maria Cusca disse...

Olá amiga.
Como estamos quase na hora de jantar,
este bacalhau com natas, era o que me apetecia mesmo.Está com um aspecto óptimo.
As t-shirts, estão muito giras.
O texto do Jô Soares, não conhecia.
Está muito engraçado, e bastante realista.
Jinhos e um óptimo fim de semana.

Maria Cusca disse...

Voltei para vir buscar o miminho.
Com a fome até me esqueci.
Jinhos

elena fiore disse...

Che bei piatti e che belle rose!
Ciao, elena°*°

~*Rebeca e Jota Cê *~ disse...

Jô Soares é além de tudo um comediante nas palavras. Gostei, Meninha!

Ei, miminho, é? Vou carregar é agora...rs

Que seu final de semana seja de luz, menina linda.

Rebeca

-

Mona Lisa disse...

Olá Mena

Ouvi o vídeo enquanto jantava.
Como sempre uma delícia.

As t-shirts estão lindas!
Visitei Óbidos muito de passagem.
Tenho pena de nunca ter visitado a feira medieval.

O miminho já o tinha, mas agradeço-to à mesma e acrescentei-lhe o teu nome no que está no vídeo de "miminhos" que tenho na barra lateral.

Bjs e bom fim de semana.

Lisa

artes_romao disse...

boa tarde,td bem?
mas k bom, tb já conhecia essa visão do professor...
já n me recordo de quem me enviou,lol.
k bela iniciativa, em Óbidos...
as tuas t-shirt's ficaram lindíssimas,parabéns.
fica bem,jinhos***

Missaroca disse...

Olá Mena,

Obrigada pelo miminho =) És muito gentil! O coro é espectacular! Fiquei curiosa com o festival de Óbidos. Este ano já não o apanhei mas a ver se para o próximo vou a tempo ;) fiquei com água na boca com o teu bacalhau com natas, é um dos meus pratos preferidos!

Um beijinho grande,

Filipa

Ana Sofia disse...

Olá querida, td bem? a Esta hora já se comia o bacalhau! Adoro =)
Os trabalhinhos estão mt giros!
Os miminhos vou levando e dps qnd tiver um bocadinho publico td junto, ok?
Beijinho e boas semana

Eunice Martins♥ disse...

OLÁ AMIGA QUE MARAVILHA DE CORO,ADOREI O BACALHAU, ESTAVA BEM GOSTOSO,AGRADEÇO O MIMO QUE É LINDO ADORO ROSAS,JÁ LEVO COMIGO,OBRIGADA,BEIJOS.

Eunice Martins♥ disse...

OLÁ MINHA LINDA!!!

Abraço

Para que você não fique triste
Achando que não te reparo,
Saiba que o amor incondicional realmente existe,
E que neste improviso quero expressá-lo.

Não é necessário se conhecer o irmão,
Basta apenas saber oferecer,
Sem nenhum tipo de discriminação,
Aquilo que se espera receber.

O tempo é curto, passa tão rápido,
Não o desperdicemos com futilidades.
Por que você não cria o hábito
De produzir momentos de felicidade?

Então abra um sorriso,
E me permita aproveitar este espaço
Para dizer-lhe que tem uma amiga,
Vem, se aproxime, e me dê um abraço.

Desejo-lhe uma semana maravilhosa
BEIJOS COM CARINHO.

arteseriscos disse...

Boa Noite,

Vim agradecer pela sua visita, pelo seu comentário, e muito obrigada pelo miminho..

www.arteseriscos.com

Abelha Maia disse...

Os teus posto são sempre uma delicia, enriquecedores, uma aprendizagem e ainda saimos de estomago cheio.
Passa lá na Colmeia,está lá um selo para ti.
bjsss

Sonia Facion disse...

Lindo mesmo esse coral!!!!!

Gostei!!!!

Já estou levando o miminho, tanks.

Bjks e boa semana.

Sonia

Brunette disse...

Olá Mena!
Adorei o desenho da t'shirt, está o máximo! Acho que é a ilustração mais fofa e engraçada que já vi do nosso 1.º rei!
As palavras de Jô Soares estão muito adequadas ao ambiente que hoje se vive na Educação...
Mais uma vez, agradeço-te os miminhos!
Bjos

Chocolate disse...

olaa!!
adorei as tshirts, ficaram mm giras!! beijinhos e boa semana :)

olharapus disse...

excelente texto! coitados de todos aqueles que tem a nobre profissão de ensinar!
adorei o coro e principalmente o bacalhau! obrigada pelo miminho! beijinhos lindos

Daniela, menina dos sonhos. disse...

Oi Mena! ^^

Huuuum, que saudades destes teus posts deliciosos, que me fazem comentar com enormes textos!
Bem, por onde começar?
Pelo coro... fantástico. *.* Adoro o música, já era minha conhecida, e aquelas vozes são divinais. (;
E o poema? Tão engraçado, mas verdadeiro em parte. Foi muito boa opção o teres publicado, pois mal lhe coloquei os olhos, não os conseguia retirar.
E depois os teus trabalhos e receitas que me fascinam... o trabalho que desta vez aqui colocas-te é lindo. Uma ilustração fantástica!
E quanto à receita... acho que na minha família é mais habitual fazer-se com batatas mesmo do campo, laminadas, mas não sei muito bem. A minha mãe não costuma fazer, mas eu um dia tentarei-me lá na cozinha... :D
E quanto ao mimo, sim, já vai directo para o meu cantinho, e já sabes que o Pimpolhoco agradece felicíssimo!

Beijos,
Daniela Tavares. *.*