quinta-feira, 4 de agosto de 2011

Ambição – elogio ou insulto?


Será um elogio ou um insulto, quando dizemos que alguém possui uma ambição desmedida?

Quando se fala em sucesso e nas características necessárias para o alcançar, a ambição está sempre na lista, muitas vezes até em primeiro lugar, bem no topo, como se não fosse possível obter sucesso sem se ter uma grande dose de ambição. Já a inteligência, a criatividade e, principalmente, a ética são muitas vezes esquecidas ou relegadas para último plano.

O vocábulo ambição tem a mesma raiz que a palavra ambiente. Ambas provêm do mesmo étimo (ambire), que significa “mover-se livremente”. Assim, a palavra ambição significa criar o seu próprio caminho na vida. É, nada mais do que, saber o que se quer para a nossa vida, que objectivos pretendemos atingir, e tentarmos chegar lá.
A ambição não é uma neurose obsessiva, uma ganância exagerada ou o desejo de subir na vida, de alcançar um lugar de destaque no emprego…, “passando a perna”, denegrindo até a imagem dos possíveis concorrentes, e pisando todos os que sejam vistos como obstáculos ao nosso sucesso.

Hoje em dia, ser ambicioso é muitas vezes conotado como algo negativo. Dizer que “determinada pessoa é muito ambiciosa” é quase um insulto, pois significa que não é confiável, que é egoísta e que, com toda a certeza, passará por cima de qualquer um para atingir os seus objectivos. Claro que, neste caso, “objectivo” significa alcançar alguma vantagem monetária ou económica (financeira). Ambição tornou-se sinónimo de ambição financeira, quando na verdade é muito mais do que isso.
Ambicioso adquiriu ainda o sinónimo de arrogante. E se ser-se arrogante é “feio” e está errado, logo... ser-se ambicioso também é!

As pessoas “humildes” são, muitas vezes, elogiadas. A Humildade não é não falar de si próprio – é ter a coragem de ouvir críticas, é aprender com os seus erros e aceitar outros pontos de vista.

Mas voltemos à ambição: porque será que ela aparece em todas as listas das características de sucesso? Porque é essencial. Ter ambição é querer algo melhor para a sua própria vida e para a dos outros. Se não sairmos da nossa zona de conforto, se não nos arriscarmos, se não testarmos os nossos limites, não fazemos o nosso próprio caminho.
As pessoas ambiciosas são as que fazem o mundo girar. São as que apresentam projectos, abrem empresas, sonham e tentam realizar os seus sonhos, não esquecendo nunca de incluir os outros. Assumem riscos. Preferem a tristeza da derrota à vergonha de não ter lutado.

A ambição é muito mais do que falar de dinheiro – é falar de destino – serve para melhorar a nossa qualidade de vida, e de todos os outros em nosso redor! Lembrem-se a ambição sadia é criar o seu próprio caminho de vida, não prejudicando o outro/os outros, não pisando, não sendo arrogante, não sendo vingativo, não sendo prepotente. É pôr muitas vezes os interesses de uma comunidade, de um grupo à frente dos nossos!

Adaptação (minha) feita a partir de textos de Raul Candeloro.

2 comentários:

APO (Bem-Trapilho) disse...

Realmente há muitos objectos de ambição, e pode tanto ser uma característica boa como má. aliás como tanta coisa nesta vida. tem sempre pelo menos dois pontos de vista.
Muito obrigada pela visita, querida!
um bjo grande! :)

Mena disse...

Olá
Gosto e visitar-te e das tuas visitas!
Bj