quarta-feira, 15 de fevereiro de 2012

Parabéns, PAI!






Olha, pai

O teu colo era o meu refúgio,
E ainda é, por vezes...
Ainda sorris, como quando era pequenita
Quando me sento, ao de leve, no teu colo.
O teu sorriso é uma brisa, o suave respirar do vento
As tuas mãos suaves corriam pelos meus cabelos louros
E enleavam-se nos meus caracóis...
Sussurrávamos pequenas frases e ríamos...
O teu sorriso tão leve, torna doce o teu rosto
E é doce o teu olhar e macio o teu cabelo...

O teu colo era o meu barco encalhado
Na areia quente da tua ternura, em tardes de sol
O teu colo é ainda o meu castelo, a minha torre
E eu sou a princesa, sentada num trono
Feito de um amor esculpido em rocha
que nem o tempo pode abalar
E era no teu colo aberto ao mar
que voava, e que voo ainda...



Obrigada, pai, pelo que és e pelo que fizeste e fazes por mim e de mim!

6 comentários:

Mona Lisa disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Mona Lisa disse...

Bonita homenagem!

Parabéns ao teu pai.

Beijos.

Fernanda disse...

Parabéns ao pai querido.
Uma homenagem bela de quem sabe dar o valor à palavra amor.

beijo

mfc disse...

Fica-te lindamente seres uma filha assim... reconhecida e babada ao mesmo tempo!
Parabéns.

C Valente disse...

Os pais são únicos, lindo quando os filhos respeitam-os e dão provas de carinho
Saudações amigas

Mena disse...

Obrigada, amigos!


Bj