quinta-feira, 22 de setembro de 2011

Happy Birthday To Me!



Hoje sou pequenititita!

Mais um ano se passou: alguns sonhos concretizados, outros nem por isso. Algumas desilusões, principalmente, em relação à profissão que abracei há já uns bons aninhos... Mas o caminho é para a frente!
Ao nível do trabalho, devo salientar que faço o que realmente gosto: ensinar. Tenho "jeito", consigo, na maioria das vezes, chegar aos meus alunos. No ano passado, iniciei um trabalho bastante árduo com uma turma, a minha Direcção de Turma, alunos de estratos sociais difíceis, com carências a todos os níveis. Não foi fácil, zanguei-me muitas vezes, falei-lhes muito "ao coração", fiz das tripas coração para resolver muitos conflitos... O primeiro período foi o pior, tinha sempre um batalhão de professores com mil queixas deste aluno e daquele e do outro... Muitas horas "perdidas" em conversas, em sermões... No fim, os alunos agradeceram-me tudo o que fizera por eles, pediram-me que não os deixasse, que continuasse a ser a sua "melhor directora de turma do mundo", chorei, chorámos de emoção...
Este ano, não sou directora de turma destes alunos nem de outros. "Não podes ser directora de turma, tens de dar apoios e não é vingança nem perseguição..." Os meus colegas dizem-me que é um absurdo darem as direcções de turma a quem não tem jeito nenhum para isso, que foi uma injustiça terem-me tirado a DT, pois tinha feito um excelente trabalho com a turma mais problemática da escola... Eu acho o mesmo! Fiquei desiludida. Nunca aconteceu isto, sempre levei as minhas DT e as minhas turmas do início do ciclo até ao fim. Enfim!
Sou uma professora responsável, competente, e os alunos sentem-no e sabem-no. Os meus alunos do ano transacto têm pena de não terem aulas comigo este ano e eu também. As minhas turmas deste ano, depois de uma conversinha em que pus todas as pintas nos is... dizem estar com uma grande vontade de aprender... É mais fácil dar continuidade ao trabalho iniciado, mas também não é o fim do mundo! No entanto, fiquei triste! Temo mais pelos alunos que deixei, pois alguns precisam de estímulo, de um pouco mais de atenção, de mais uma ou outra palavrinha de incentivo...

Identidade

Preciso ser um outro
para ser eu mesmo


...
Sou grão de rocha
Sou o vento que a desgasta


Sou pólen sem insecto


Sou areia sustentando

o sexo das árvores


Existo onde me desconheço

aguardando pelo meu passado

ansiando a esperança do futuro


No mundo que combato morro

no mundo por que luto nasço


Mia Couto



Tenho tanto sentimento


Tenho tanto sentimento
Que é frequente persuadir-me
De que sou sentimental,
Mas reconheço, ao medir-me,
Que tudo isso é pensamento,
...Que não senti afinal.

Temos, todos que vivemos,
Uma vida que é vivida
E outra vida que é pensada,
E a única vida que temos
É essa que é dividida
Entre a verdadeira e a errada.

Qual porém é a verdadeira
E qual errada, ninguém
Nos saberá explicar;
E vivemos de maneira
Que a vida que a gente tem
É a que tem que pensar.


Fernando Pessoa

Deixo-vos dois poemas de que gosto particularmente! Voltem sempre! Eu voltarei mais tarde...

4 comentários:

wilma disse...

Parabéns, Mena!!! Que Deus te abençoe...bjosss

Mona Lisa disse...

Olá Mena

Parabéns.

Tchim...Tchim...

Bjinhos.

mfc disse...

Parabéns a você...
Tchim... tchim... e um dia muito alegre.
Beijinhos

Mena disse...

Obrigada, amigos, são todos uns queridos!

Bj