quinta-feira, 7 de julho de 2011

Jantar da Confraria XI

De volta do naco ou da febra!

Tanto naco, tanta febra! Vá tudo a espreitar "o passarinho"!

Olhem-me para esta febra!

Onde está a minha febra? Não me digas que deixaste fugir o teu "naco"!

Estás muito sorridente para teres estado a suminho de laranja! As tuas cores não enganam ninguém, só os mais distraídos!

- Bem, Isabel, quem te viu e quem te vê! Incapaz de partir um pratinho, agora partes a louça toda, a baixela, tudo...

Pois é, Sandra, desta vez, escapas às "bocas", mas não perdes pela demora!

Ó Filomena, tu por acaso estudaste inglês? Hot pants, crazy girl... Muito à frente, sim senhor!

- Tem calma, Ricardo, aproveita bem a liberdade. Olha que a Ana nem sempre te dá ordem de soltura!

Outra vez, Isabel, mas tu agora não queres outra coisa! Não podes ficar ao pé da Célia! As duas estragam a pintura toda! Ai senhor Seno, senhor Seno!

Pois, chegam tarde e a más horas e depois são apanhados a rapar os tachos, que é como quem diz, as travessas!

Pronto, eu tiro outra foto ao casalinho maravilha! Esta sim, está com muito mais nível!

Isabel, esse é o copo número?
Ainda estás a ver bem?

A Cristina chegou de mansinho, quase nem dávamos por ela!

Agora tiro eu uma fotografia com a minha máquina cor-de-rosa que o meu filho me ofereceu e que tem um cartãozinho...

Tanto copo!

Chegou a hora dos brindes e dos parabéns à Lina.

Ainda há uma garrafa! Quem quer mais?
O senhor do restaurante gostou tanto da Lina que lhe ofereceu estas rosinhas meio murchitas...


A emissão segue dentro de momentos!

2 comentários:

RuiCorreia disse...

Excelente reportagem, como de costume. Apenas um reparo: a filomena branco não é uma hot pans. Ela é hot pants. Quem é Hot Pans és tu, Filomena Ruivo, com o teu talento culinário. O seu a seu dono.

Mena disse...

Corrigido, Rui!
Bj